Dica: Viaje sem enjoos

O “mal do movimento” pode transformar o tão sonhado cruzeiro de verão,
o passeio romântico pela serra e até mesmo uma divertida tarde no
parque de diversão em um pesadelo.

viagem01Náuseas, enjoos e até vômitos podem atingir as pessoas mais sensíveis à cinetose – um tipo de labirintopatia que pode ocorrer quando o corpo está parado e o entorno está em movimento ou o inverso.

O cérebro fica confuso com as informações conflitantes entre o labirinto e a visão. Essa confusão pode provocar tontura, náusea, vômito e desconforto físico“, explica o otorrinolaringologista Ektor Tsuneo Onishi (CRM-SP 80.498). A cinetose pode ocorrer em qualquer fase da vida e é mais incidente em mulheres e crianças.

Não há necessidade de se privar de nenhuma atividade por conta da cinetose, basta se prevenir. “Normalmente, quem sofre desse problema já passou por situações semelhantes e sabe que tem grande possibilidade de passar mal durante uma viagem, independente do meio de transporte utilizado. Assim, é recomendável fazer um tratamento preventivo para evitar o distúrbio“, aconselha o especialista.

O tratamento com um antiemético – isto é um medicamento que alivia os sintomas relacionados ao enjoo, às náuseas e aos vômitos – deve começar alguns dias antes da viagem e terminar alguns dias depois, para evitar o “mal de desembarque” – uma sensação desconfortável que ocorre, principalmente, em quem faz viagens de navios, mesmo após o termino da viagem. Os antieméticos podem provocar diferentes níveis de sonolência, é importante conversar com o médico sobre essa questão.

O cloridrato de meclizina, produzido e comercializado com o nome de Meclin pelo laboratório Apsen Farmacêutica, inibe a ativação do centro do vômito no Sistema Nervoso Central e trata a cinetose, além de reduzir a severidade e a frequência dos sintomas associados à vertigem.

O que fazer para evitar o mal-estar durante a viagem?

Como agir durante uma crise

Sobre a Apsen

Presente no Brasil há 44 anos, a Apsen é uma companhia farmacêutica 100% nacional, que pesquisa, desenvolve e disponibiliza medicamentos de excelência. A Apsen atua baseada em três importantes pilares: investimento em Pesquisa e Desenvolvimento (P&D), investimento na gestão e desenvolvimento de seu capital humano e investimento em tecnologia. A Apsen comercializa mais de 35 produtos voltados para as seguintes áreas terapêuticas: Neurologia, Psiquiatria, Urologia, Reumatologia, Ortopedia, Ginecologia, Geriatria, Otorrinolaringologia, Pediatria, Clínica Geral e Gastroenterologia. Mais de 65% das pesquisas da Apsen são voltadas para inovação e parcerias com universidade brasileiras. Localizada na zona sul da cidade de São Paulo, a Apsen possui um parque fabril e um moderno laboratório de pesquisa. Em seu pipeline, a companhia tem produtos diversificados, alguns provenientes da biodiversidade brasile ira. A Apsen, que tem mais de 700 colaboradores, foi eleita “Uma das 150 melhores empresas do Brasil para trabalhar” e “Uma das 50 melhores empresas do Brasil para a mulher trabalhar”. Em 2012, o faturamento da companhia foi de R$ 362 milhões. Mais informações: www.apsen.com.br.

Mônica Batista – Tel. (11) 5090.8946 – monica.batista@ketchum.com.br
Rodrigo Sérvulo – Tel. (11) 5090.8956 – rodrigo.servulo@ketchum.com.br

Tags:,

Nenhum comentário Quero comentar!

No comments yet.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URL

Leave a comment

Protected with IP Blacklist CloudIP Blacklist Cloud

Dados do Autor

Diversos Autores

Diversos autores colaboraram nos textos existentes no EsteticDerm. Alguns dedicaram suas matérias de forma específica. Outros foram colhidos em sites que disponibilizam material e publicados após análise e aprovação da equipe de editores. As fontes na Internet são muitas mas sempre haverá busca, análise e aprovação do texto seja qual for sua origem. O enfoque principal é beleza e saúde do corpo humano embora tenhamos áreas de leitura geral. Muitas das publicações foram elaboradas por autoridades no assunto proposto. O conteúdo dos textos, artigos e matérias é de responsabilidade total de seus autores.

Email Site /blog

Dados desta matéria