Cirurgia Plástica: Mais cuidados antes, menos mudanças depois

Na busca intensa pela juventude, a plástica parece ser o caminho ‘natural’ para apagar as marcas do tempo
e reconquistar um rosto novo, de novo.
Mas, para obter um bom resultado, os cuidados e métodos paliativos antitempo adotados
no decorrer da vida são essenciais

rinoplastia01Quantas vezes você está assistindo a novela e faz uma análise do rosto daquela atriz mais idosa e pensa: ‘nossa! Como ela está diferente! A expressão facial se perdeu, o rosto dela está tão esticado!’ Em tempos de expectativa de vida elevada, e o pensamento de que “ter uma aparência jovem é tudo de bom e mostrar os sinais da idade é péssimo”, investir na manutenção de um visual bonito e saudável toma conta de várias gerações. Sim, porque não é somente o grupo da ‘melhor idade’, que se rende aos apelos dos padrões de juventude eterna. Cada vez mais cedo, mulheres – e agora homens, também – buscam nos procedimentos cirúrgicos o passe mágico para reconquistar os contornos faciais do passado.

Vivemos um momento no qual muitas pessoas que já passaram dos 60 anos almejam ter de volta o rosto dos 30 e acabam buscando na cirurgia plástica esta solução milagrosa. No entanto, o grande segredo desta área da medicina é atuar de maneira que a mudança não seja tão perceptível aos olhos de quem observa. O sucesso de uma plástica está na percepção de que algo mudou, mas sem definir o que realmente foi”, defende Márcio Castan, cirurgião plástico membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) e cosmiatra, de Porto Alegre (RS).

Para obter este efeito, digamos natural, é preciso aliar dois componentes: escolher um médico criterioso nas técnicas cirúrgicas e se cuidar no decorrer do tempo, mantendo a pele bem tratada e utilizando todos os procedimentos anti-idade disponíveis, antes de se submeter à plástica. “Uma boa aparência, saudável e jovem, implica em mudanças de hábitos, primeiramente. Manter uma alimentação equilibrada, praticar atividade física e cuidar da pele com carinho são essenciais para se chegar bem à maturidade. E, ai, sim, se for o caso, partir para uma blefaroplastia (cirurgia de pálpebras) ou para um lifting facial”, defende. Isso porque, segundo o médico, mesmo para a realização da plástica, ter uma boa qualidade de pele é fundamental. “Eu não realizo uma cirurgia se a pele não estiver em boas condições. Em muitos casos, recomendo um tratamento facial antes de marcar o procedimento cirúrgico propriamente dito”, avisa o Dr. Castan.

Para o médico, investir em toxina botulínica, substâncias preenchedoras e ácidos que amenizem manchas e rugas suaves, é a base de tudo para se obter, no futuro, uma plástica com efeito natural. “Não podemos pensar que basta puxar, cortar e tirar o excesso. É preciso realizar um tratamento global para a conquista de um rosto bonito, com expressão facial preservada. É importante que o paciente entenda isso, que se comprometa com a ideia de tratar-se de forma ampla, seguindo à risca todas as recomendações médicas. E para isso não há idade. Não é porque alguém passou dos 40 anos, sem nunca ter tratado do rosto como deveria, que não há tempo de reverter o quadro antes de encarar o bisturi”, afirma o médico.

Dr. Márcio Castan

Cirurgião Plástico, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica,
e pós-graduado em Dermatocosmiatria.

HOLDING COMUNICAÇÕES

Release
E-mail: release@holdingassessoria.com.br
Fone: (11) 20617919

Tags:, ,

Nenhum comentário Quero comentar!

No comments yet.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URL

Leave a comment

Protected with IP Blacklist CloudIP Blacklist Cloud

Dados do Autor

Diversos Autores

Diversos autores colaboraram nos textos existentes no EsteticDerm. Alguns dedicaram suas matérias de forma específica. Outros foram colhidos em sites que disponibilizam material e publicados após análise e aprovação da equipe de editores. As fontes na Internet são muitas mas sempre haverá busca, análise e aprovação do texto seja qual for sua origem. O enfoque principal é beleza e saúde do corpo humano embora tenhamos áreas de leitura geral. Muitas das publicações foram elaboradas por autoridades no assunto proposto. O conteúdo dos textos, artigos e matérias é de responsabilidade total de seus autores.

Email Site /blog

Dados desta matéria