Existe a idade ideal para engravidar?

Mulheres que desejam preservar sua fertilidade podem recorrer à técnica de congelamento de óvulos

gravida02O sonho da maternidade, até bem pouco tempo, se concretizava quando a mulher estava na faixa etária dos 20 anos, período considerado fisicamente ideal para a gravidez. Hoje, no entanto, essa escolha vem sendo prorrogada cada vez mais. Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), somente nos estados de São Paulo, Rio Grande do Sul e Distrito Federal, por exemplo, um em cada dez partos realizados envolve mulheres com idade entre 35 e 39 anos. Mas, será que existe uma idade apropriada para engravidar? Na faixa dos 20 anos? Dos trinta? Quando o corpo estará realmente preparado para a chegada de um bebê?

A maior vantagem em engravidar, aos 20 e poucos anos, diz respeito à saúde. Isto porque, os riscos de doenças como diabetes gestacional e pré-eclâmpsia são menores nesta fase. “Entretanto, levando em consideração que, atualmente, existe um prolongamento da adolescência, a falta de maturidade pode atrapalhar em algumas situações”, destaca a ginecologista especialista em Reprodução Humana da Criogênesis, Dra. Alessandra de Souza Barbeiro Munhoz. Já por volta dos trinta anos, é o período mais prático para engravidar. Ainda que os óvulos sejam um pouco mais velhos, a estabilidade financeira e emocional faz com que a mulher aproveite e curta muito mais a maternidade, influenciando o bem-estar, tanto dela, quanto do bebê. “Além disso, nesta fase, a futura mamãe pode se dar ao luxo de cuidar-se muito mais, com massagens, tratamentos, exercícios físicos apropriados, entre outros”, acrescenta.

E quando a mulher tem mais de 35 anos? Nessa idade, os obstetras já consideram a gestação de risco e ainda alertam para a queda significativa da fertilidade feminina. “Ao nascer, a menina já perde 80% dos óvulos e na puberdade restam de 300 a 500 mil. Em 30 anos de vida reprodutiva, estima-se que apenas 500 óvulos serão selecionados para serem ovulados. E, depois dos 35 anos, tanto a quantidade, quanto a qualidade dos óvulos diminui, levando a menores chances para engravidar”, explica a ginecologista.

A medicina reprodutiva, no entanto, oferece alguns recursos para ajudar as mulheres que adiam a gravidez, dentre eles, o congelamento de óvulos e a técnica de fertilização in vitro. A médica explica que, o congelamento dos gametas femininos possibilita à mulher estocar e preservar seus óvulos jovens antes de perderem a qualidade, ou antes, da perda total da função ovariana, possibilitando que, mais tarde, quando estiver decidida, obtenha sucesso na gravidez.A criopreservação dos óvulos é realizada por meio de vitrificação, que protege a célula e mantém suas funções. Por serem células grandes e cheias de água em sua composição, elas são desidratadas e depois imersas em um meio crioprotetor para serem congeladas”, explica.

Quando a mulher decidir utilizar os seus óvulos, eles serão descongelados e fertilizados com espermatozoides. Por isso, o tratamento deve ser sempre a fertilização in vitro (FIV).Os embriões formados serão transferidos para o útero e o teste de gravidez é feito 12 dias após”, esclarece a médica. A questão da idade é um dos fatores preponderantes para uma gravidez. Por isso, as mulheres devem estar atentas a esse detalhe, sobretudo, se pretendem ter filhos mais tarde.

Sobre a Criogênesis

A Criogênesis nasceu em São Paulo e possui mais de 10 anos de experiência no mercado brasileiro. A clínica é referência em serviços de coleta e criopreservação de células-tronco e em medicina reprodutiva. Sua missão é estimular o desenvolvimento da biotecnologia através de pesquisas, assegurando uma reserva celular para tratamento genético futuro.
www.criogenesis.com.br

Dezoito

RÁI COMUNICAÇÃO & MARKETING
Suênia Cardoso
E-mail: suenia.moraes@dezoitocom.com.br
Fone: (11) 36744400

Tags:,

Nenhum comentário Quero comentar!

No comments yet.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URL

Leave a comment

Protected with IP Blacklist CloudIP Blacklist Cloud

Dados do Autor

Diversos Autores

Diversos autores colaboraram nos textos existentes no EsteticDerm. Alguns dedicaram suas matérias de forma específica. Outros foram colhidos em sites que disponibilizam material e publicados após análise e aprovação da equipe de editores. As fontes na Internet são muitas mas sempre haverá busca, análise e aprovação do texto seja qual for sua origem. O enfoque principal é beleza e saúde do corpo humano embora tenhamos áreas de leitura geral. Muitas das publicações foram elaboradas por autoridades no assunto proposto. O conteúdo dos textos, artigos e matérias é de responsabilidade total de seus autores.

Email Site /blog

Dados desta matéria