Saúde no Dia Internacional da Mulher

O Dia Internacional da Mulher surgiu na virada do século XX, no contexto da Segunda Revolução Industrial e da Primeira Guerra Mundial.
Desde então, as conquistas femininas são muitas inclusive na saúde.

diadamulher_200x175Além de exames de imagem aprimorados como a mamografia, a ciência tem descoberto particularidades sobre o universo feminino longe da imaginação das operárias do setor têxtil nova-iorquino que se manifestaram por melhores condições de trabalho em 8 de março de 1857.

Entre as descobertas da medicina está a importância dos minerais e sua reposição para uma vida longa e saudável. A falta de alguns destes elementos como o cálcio, contribui com a osteoporose principalmente na pós-menopausa, caracterizada por uma fragilidade nos ossos. Nesse período, a ausência do hormônio feminino – estrogênio – faz com que os ossos percam cálcio e fiquem porosos. Por isso, a mulher corre mais riscos de fraturas por quedas espontâneas.

Para retardar a evolução da osteoporose, é possível recorrer à suplementação mineral com cálcio orgânico, que possui absorção de quase 100%. De acordo com Dr. Jorge Jamili, médico geriatra e especialista em medicina preventiva da Universidade Estadual do Rio de Janeiro, há também outros minerais encontrados em uma alga marinha presente no litoral do Rio de Janeiro, uma alga marinha calcária, que diminui a evolução da osteoporose. Entre eles, destaque para o cobre que fortalece o tecido conjuntivo – responsável pela defesa e transporte do cálcio -, e o silício que atua no início da formação do cálcio. “A concentração de silício diminui com o avançar da idade, nos diferentes tecidos e vasos arteriais e sua reposição é importante para a longevidade saudável”, lembra o médico.

Outra importante descoberta da medicina é o estresse oxidante, apontado como um dos fatores que contribui para o desenvolvimento de enfermidades neuro degenerativas, como as doenças de Alzheimer e Parkinson. O aumento da formação e a liberação de radicais livres pelo organismo, combinado com o baixo potencial antioxidante do sistema nervoso central, aumentam o estresse oxidante das células neurais. Uma maneira de reduzir essa atividade negativa do organismo e contribuir com a redução das chances de desenvolver doenças neuro degenerativas, é buscar minerais ricos em enzimas antioxidantes como o cobre, magnésio, zinco, selênio, manganês e cromo. Entre as fontes disponíveis desses minerais está a alga calcária. “Esta alga absorve os minerais presentes na água, concentrando os seus benefícios em sua estrutura e servindo como uma fonte rica em minerais importantes para os processos bioquímicos e para o equilíbrio do organismo”, explica Jamili.

As descobertas tecnológicas para os cuidados com a pele também têm contribuído com a emancipação feminina. Não só pela beleza como também para saúde do organismo. A pele corresponde a 9% do peso corporal e é a responsável por reter e bloquear agentes agressivos como fungos, bactérias e vírus. Além de proteger a pele dos efeitos nocivos do sol, uma alimentação rica em minerais contribui com a saúde da pele. Entre os minerais que participam dessa proteção está o cobre, responsável pela produção de colágeno e elastina e o selênio, que retarda o envelhecimento, mineral também importante para o metabolismo hormonal da tireoide.

Outros benefícios da ciência na identificação de minerais orgânicos:

Cromo:

Facilita a captação de glicose e o transporte desta para dentro das células.

Vanádio:

Estimula a captação da glicose e a ativação dos receptores de insulina.

Zinco:

Importante nutriente cofator da síntese, estocagem e utilização da insulina; Proporciona a função adequada dos receptores de serotonina no cérebro.

Magnésio:

A deficiência está altamente prevalente em pacientes com Diabetes Mellitus tipo 2; melhora o comportamento dos receptores de insulina e no transporte de glicose para dentro das células; ativa as enzimas relacionadas com a produção de serotonina.

Sobre a Phosther Algamar

Com 18 anos de atuação no mercado, a Phosther Algamar, fundada em 1996, é uma empresa brasileira especializada em pesquisa e desenvolvimento de produtos naturais a base de algas marinhas. A companhia tem como objetivo principal a melhoria da qualidade de vida a partir de produtos saudáveis que proporcionam o equilíbrio nutricional e suprem a carência de minerais do organismo. A Phosther é certificada pela ANVISA e respeita os mais rigorosos padrões de qualidade, responsabilidade ambiental e possui coleta licenciada pelo IBAMA.

Cristina Camarena

Tino | Relações Públicas
Agência de PR, marketing digital e especializada em qualidade de vida
+55 (11) 97622-1483
cristina.camarena@tinocomunicacao.com.br
www.tinocomunicacao.com.br

Uma empresa do Grupo Attitude
Saiba mais em www.attitude-global.com
Priorize a utilização de arquivos digitais, evite o desperdício de papel.

Tags:,

1 comentário Quero comentar!

No comments yet.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URL

Leave a comment

Protected with IP Blacklist CloudIP Blacklist Cloud

Dados do Autor

Diversos Autores

Diversos autores colaboraram nos textos existentes no EsteticDerm. Alguns dedicaram suas matérias de forma específica. Outros foram colhidos em sites que disponibilizam material e publicados após análise e aprovação da equipe de editores. As fontes na Internet são muitas mas sempre haverá busca, análise e aprovação do texto seja qual for sua origem. O enfoque principal é beleza e saúde do corpo humano embora tenhamos áreas de leitura geral. Muitas das publicações foram elaboradas por autoridades no assunto proposto. O conteúdo dos textos, artigos e matérias é de responsabilidade total de seus autores.

Email Site /blog

Dados desta matéria