04 de abril – Dia do Parkinsoniano

A doença de Parkinson é degenerativa e progressiva, afeta o sistema nervoso e, principalmente, os movimentos do corpo, causando rigidez, tremor e lentidão.

parkinson01O Serviço de Neurocirurgia do Hospital e Maternidade Celso Pierro (HMCP), sob a coordenação do médico neurocirugião Carlos Melro, realiza a técnica de Implante de Eletrodo para Estimulação Cerebral Profunda, que consiste em implantar um eletrodo em determinado ponto na profundidade do cérebro e que ao gerar uma corrente elétrica controlada produz uma melhora no controle dos sintomas da Doença de Parkinson.

Segundo o especialista, essa cirurgia está indicada principalmente àqueles pacientes que, durante os anos iniciais da manifestação da Doença de Parkinson, obtiveram um bom controle clínico dos seus sintomas, mas, que, com o passar do tempo, manifestaram uma piora desse controle, bem como a manifestação de efeitos colaterais indesejados e incapacitantes, chamados de discinesias e as flutuações motoras.

No procedimento, realizado geralmente um de cada lado do cérebro, é implantando um pequeno eletrodo de cerca de 8 mm e que lá permanecerá pelo resto da vida. Esses eletrodos são ligados a um gerador que funciona como uma bateria e dura de 5 a 10 anos, dependendo da regulagem que é dada ao aparelho. “Todo esse material, eletrodos e gerador são implantados, ou seja, ficam embaixo da pele e permitem uma vida normal ao paciente, que pode (e deve) voltar a ter uma vida social, praticar exercícios físicos inclusive os exercícios aquáticos”, explica Melro.

O cirurgião ressalta que, “o procedimento tem um custo alto e o repasse do SUS não é suficiente para cobrir os custos e que apenas alguns centros realizam essa cirurgia pelo SUS. Em Campinas, nenhum hospital realiza essa cirurgia pelo SUS. Esse procedimento tem cobertura obrigatória pelos convênios privados e é realizado no HMCP. Realizamos em média um implante por mês, com tendência a aumentar”.

O grande benefício se traduz na melhora do controle dos sintomas da doença. A Doença de Parkinson tem manifestações sobre o movimento, ou seja, tremor, rigidez, lentidão, entre outros, e com a evolução, mesmo com o melhor tratamento com medicamentos, o paciente pode ficar restrito e totalmente dependente de ajuda para tarefas simples como se vestir e/ou se alimentar. O tratamento busca trazer o indivíduo a um grau maior de independência e qualidade de vida, ainda que com o uso de medicamentos”, completa.

Puc – Pontifícia Universidade Católica de Campinas

SOCIEDADE CAMPINEIRA DE EDUCAÇÃO E INSTRUÇÃO
Crislaine Gava
E-mail: crislaine-gava@hmcp.puc-campinas.edu.br
Fone: (19) 33438332

Tags:,

Nenhum comentário Quero comentar!

No comments yet.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URL

Leave a comment

Protected with IP Blacklist CloudIP Blacklist Cloud

Dados do Autor

Diversos Autores

Diversos autores colaboraram nos textos existentes no EsteticDerm. Alguns dedicaram suas matérias de forma específica. Outros foram colhidos em sites que disponibilizam material e publicados após análise e aprovação da equipe de editores. As fontes na Internet são muitas mas sempre haverá busca, análise e aprovação do texto seja qual for sua origem. O enfoque principal é beleza e saúde do corpo humano embora tenhamos áreas de leitura geral. Muitas das publicações foram elaboradas por autoridades no assunto proposto. O conteúdo dos textos, artigos e matérias é de responsabilidade total de seus autores.

Email Site /blog

Dados desta matéria