Frieiras podem evoluir para infecções cutâneas graves

Dermatologista alerta para tratamento correto e dá dicas para evitar a micose e sua recorrência

peslisos2011_01Popularmente conhecida como “pé de atleta“, a frieira é causada por fungos e leveduras e podem comprometer todos os espaços entre os dedos dos pés.

Os fungos e leveduras são agentes que gostam de ambientes quentes, úmidos e com pouca iluminação; isto justifica o comprometimento das regiões interdigitais dos pés. A instalação desses agentes se torna mais frequente devido ao uso constante de calçados fechados e com meias“, comenta a Dra Rosana Lazzarini, professora de dermatologia na Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo.

O aparecimento deste mal não tem predominância por sexo ou idade, contudo o uso frequente de calçados, como tênis por crianças em período escolar, pode ajudar no surgimento do problema.

Os sintomas mais comuns da frieira são coceira, vermelhidão, descamação e rachaduras na pele. Para a Dra Rosana Lazzarini, é importante cuidar para que a micose não evolua.Com a coceira constante, as fissuras podem facilitar a entrada de bactérias e causar quadros de celulites e erisipelas – infecções cutâneas. Estes quadros são graves, podendo ser necessária a internação hospitalar, principalmente quando acomete pacientes diabéticos ou idosos“, alerta.

Para tratar o problema de pele, é importante obter um diagnóstico correto através de exames clínicos e micológicos. Após a confirmação, é indicado o uso de antifúngicos tópicos ou sistêmicos, dependendo do caso.

A acadêmica acredita que o tratamento deve associar os medicamentos aos cuidados locais, pois a erradicação do fungo não é fácil. Por isso, também são recomendadas algumas medidas:

  1. Sempre secar muito bem a região afetada, utilizando toalha ou secador de cabelos em temperatura moderada;
  2. Evitar uso de calçados fechados imediatamente após sair do banho. Recomenda-se que o calçado e as meias sejam colocados pouco antes de sair de casa;
  3. Evitar repetir o mesmo calçado por vários dias seguidos;
  4. Evitar reutilizar meias;
  5.  Sempre que possível, ficar com os pés livres utilizando calçados abertos e ventilados.

Fran Press Assessoria de Imprensa

FRANPRESS PREST. SERVIÇOS S/C LTDA.
Caroline Portes
E-mail: caroline@franpress.com.br
Fone: (11) 30644575

Tags:, , ,

Nenhum comentário Quero comentar!

No comments yet.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URL

Leave a comment

Protected with IP Blacklist CloudIP Blacklist Cloud

Dados do Autor

Diversos Autores

Diversos autores colaboraram nos textos existentes no EsteticDerm. Alguns dedicaram suas matérias de forma específica. Outros foram colhidos em sites que disponibilizam material e publicados após análise e aprovação da equipe de editores. As fontes na Internet são muitas mas sempre haverá busca, análise e aprovação do texto seja qual for sua origem. O enfoque principal é beleza e saúde do corpo humano embora tenhamos áreas de leitura geral. Muitas das publicações foram elaboradas por autoridades no assunto proposto. O conteúdo dos textos, artigos e matérias é de responsabilidade total de seus autores.

Email Site /blog

Dados desta matéria