Prepare suas pernas para as minissaias

Conheça os melhores tratamentos para evidenciar a beleza das pernas das brasileiras:
com resultados já nas primeiras sessões, a praia está garantida!

As minissaias, tradicionais em países tropicais, aparecem com frequência no vestuário da primavera e verão, mas agora também são tendências até em desfiles europeus de grifes como Yves Saint Laurent e Jacquemus. E se você não sabe como preparar suas pernas para elas, recorrer a procedimentos estéticos pode ser uma boa solução. Contra gordura localizada, celulite, flacidez, estrias e varizes, consultamos especialistas que trazem os mais recentes procedimentos para arrasar na estação mais quente: é hora de colocar as pernas à mostra!

CELULITE

Procedimento: VelaShape III
Como age: Referência em tratamento contra celulite, VelaShape chega ao mercado em sua nova versão, mais potente (150W), permitindo aquecimento mais específico e confortável com resultado também na redução de gordura localizada e flacidez. VelaShape III utiliza a tecnologia de radiofrequência bipolar. “No procedimento, as células de gordura são aquecidas a uma temperatura de 42º a 45ºC provocando apoptose (morte) dos adipócitos de forma completamente segura sem queimar a epiderme”, explica a dermatologista Dra. Claudia Marçal, de Campinas. “No caso da celulite, o equipamento age diretamente nas camadas superficiais do tecido, onde se encontra essa alteração; no entanto, como atua simultaneamente nos tecidos mais profundos, melhora o processo inflamatório que provoca a própria celulite”, completa a dermatologista. Número de sessões: quatro sessões, uma a cada 15 dias.

FIRMEZA CORPORAL

Procedimento: Legacy
Como age: Atuando com a tecnologia 4D, que combina pulso magnético, radiofrequência multipolar (com 150W), Varipulse (sucção ajustável para ação profunda da tecnologia) e controle térmico de temperatura, Legacy é a grande aposta para tratamentos de firmeza de pele corporal. “A radiofrequência multipolar aquece o tecido de maneira homogênea, e atua sobre o colágeno e a elastina, promovendo a melhora da flacidez, com a atuação conjunta como pulso magnético, o tratamento atua sobre os fatores de crescimento dos fibroblastos. Assim entregando no final do tratamento uma pele mais firme e com mais elasticidade”, explica o Dr. Jardis. Dessa forma, a tecnologia aumenta a atividade metabólica, realiza a criação de novos vasos, consequentemente o aumento da oxigenação e a nutrição da pele, além de provocar estímulo nos fibroblastos, o que contribui para aumentar a quantidade de colágeno e elastina. Número de sessões: o programa de tratamento compreende de seis a oito sessões, uma vez a cada quinze dias.

VARIZES

Procedimento: CLaCs
Como age: O procedimento utiliza laser não-invasivo e injeções de glicose, para aumentar eficácia do tratamento e reduzir os efeitos colaterais. “Com o método combinado, o laser pode ser aplicado com energia mais baixa (o que diminui a dor no tratamento) emitindo pulsos de luz que penetram no corpo do paciente e são absorvidos pelo sangue – agindo nas varizes sem causar dano à pele”, explica a Dra. Aline Lamaita, cirurgiã vascular e membro da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular. Logo em seguida, a glicose é aplicada nos mesmos locais onde foi realizado o laser, potencializando seu efeito e secando as varizes. Sendo assim, o método inovador reduz a quantidade de sessões. “Outros tratamentos também podem ser indicados, dependendo do grau das varizes”, acrescenta. Número de sessões: “Em apenas três sessões, é possível notar uma melhora significativa, de 70%“, comenta a médica.

GORDURA LOCALIZADA

Procedimento: LMG Smart Laser
Como age: O procedimento reduz mais gordura localizada que a criolipólise e em apenas uma sessão! “É um laser de fibra ótica com comprimento de onda de 1470 nanômetros e com alta afinidade pela gordura. Por meio de um pequeno furo, o laser é aplicado, elevando a temperatura dos adipócitos a mais de 100ºC. Isso promove a quebra da gordura, que vira óleo e é eliminada pelo organismo naturalmente”, explica o Dr. Abdo Salomão Jr, de Minas Gerais. “O furo cicatriza sem precisar de ponto. O procedimento praticamente não dói, porque é aplicado justamente em uma região onde não tem terminação nervosa de dor”, explica o médico. “Quanto ao tempo de recuperação, é de um ou dois dias no máximo”. O procedimento é feito em uma sessão.

ESTRIAS

Procedimento: Eletroderme
Como age: As agulhas ultrapassam a epiderme, emitindo ondas eletromagnéticas apenas nas camadas mais profundas da pele, preservando a superfície. Isso faz com que a temperatura da derme chegue até a 70ºC, estimulando a produção de colágeno e refazendo as fibras rompidas, explica a dermatologista Dra. Thais Pepe, da Sociedade Brasileira de Dermatologia. “A ação do Eletroderme provoca o estímulo da regeneração celular por meio do processo de cicatrização, a proliferação de células-tronco e estímulo da síntese de elastina, da neocolagênese (produção de colágeno) e angiogênese (proliferação de vasos sanquíneos)”, completa. Número de sessões: são necessárias, em média, quatro sessões com intervalos mensais.

*Dr. Abdo Salomão Jr.

Dermatologista de Guaxupé (MG), Doutorando em Dermatologia pela USP (Universidade de São Paulo). É sócio Efetivo da Sociedade Brasileira de Dermatologia e Membro da American Academy of Dermatology. Diretor da Clínica Dermatológica Abdo Salomão Junior.

*Dra. Aline Lamaita

Cirurgiã vascular e angiologista, Dra. Aline Lamaita é formada pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, Membro da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular, da Sociedade Brasileira de Laser em Medicina e Cirurgia e do American College of Phlebology. A médica possui título de especialista em Cirurgia Vascular pela Associação Médica Brasileira / Conselho Federal de Medicina

*Dra Claudia Marçal

Dermatologista da Clínica de Dermatologia Espaço Cariz, com especialização pela Associação Médica Brasileira (AMB), membro titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e membro da American Academy of Dermatology (AAD), CME (Continuing Medical Education) na Harvard Medical School.

*Dr. Jardis Volpe

Dermatologista; Diretor Clínico da Clínica Volpe (São Paulo). Formado pela Universidade de São Paulo (USP); Especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia; Membro da Sociedade Americana de Laser, da SBD e da Academia Americana de Dermatologia; Pós-graduação em Dermatocosmiatria pela FMABC; Atualização em Laser pela Harvard Medical School. www.clinicavolpe.com.br

*Dra Thais Pepe

Dermatologista especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, membro da Sociedade de Cirurgia Dermatológica e da Academia Americana de Dermatologia. Diretora técnica da clínica Thais Pepe, tem publicações em revistas científicas e livros, além de ser palestrante nos principais Congressos de Dermatologia.

HOLDING COMUNICAÇÕES

Maria Claudia
E-mail: maria.claudia@holdingcomunicacoes.com.br
Fone: (11) 20617919

Tags:, , , ,

Nenhum comentário Quero comentar!

No comments yet.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URL

Leave a comment

Protected with IP Blacklist CloudIP Blacklist Cloud

Dados do Autor

Diversos Autores

Diversos autores colaboraram nos textos existentes no EsteticDerm. Alguns dedicaram suas matérias de forma específica. Outros foram colhidos em sites que disponibilizam material e publicados após análise e aprovação da equipe de editores. As fontes na Internet são muitas mas sempre haverá busca, análise e aprovação do texto seja qual for sua origem. O enfoque principal é beleza e saúde do corpo humano embora tenhamos áreas de leitura geral. Muitas das publicações foram elaboradas por autoridades no assunto proposto. O conteúdo dos textos, artigos e matérias é de responsabilidade total de seus autores.

Email Site /blog

Dados desta matéria