Por Que as Mulheres Sofrem de Inchaço Abdominal Crônico?

O inchaço estomacal é tão comum atualmente que alguns chegam até a dizer que é epidêmico. 
Mas nas mulheres ele parece ocorrer com muito mais frequência. 

ogi1189

Elas podem sentir que não há fim para esse inchaço e sabem que não estão sozinhas nisso. Portanto, pode o inchaço constante ser consequência de uma dieta não muito saudável? Ou será que existe uma razão científica para o inchaço atacar mais as mulheres que os homens?

Um médico se adiantou e declarou que sim, existe um motivo para as mulheres ficarem mais constantemente inchadas que os homens.

A Dra. Robynne Chutkan, gastroenterologista e fundadora do Digestive Centre for Women em Washington D.C., explica que as mulheres ficam inchadas mais frequentemente que os homens porque têm o intestino maior.

shutterstock_521968747

Ela está correta nesse aspecto, o cólon das mulheres é maior que dos homens. Na média, o cólon das mulheres é 10 cm mais longo que o dos homens, em geral para permitir que elas absorvam mais água ou líquidos durante a gravidez.

shutterstock_589449914

A Dra. Chutkan explica suas descobertas “Porque você precisa manter o volume máximo de líquido aminiótico, e porque a circulação e o volume de sangue aumentam durante a gravidez.”

shutterstock_448888519

Ela também explica por que o inchaço constante ocorre nas mulheres “o que essa extensão extra do cólon faz é criar uma redundância, movimentos parecidos com torcidas e viradas extras, e esse é o motivo das mulheres ficarem muito mais inchadas e constipadas que os seus parceiros homens.

shutterstock_578264893

Outro motivo para as mulheres serem mais propensas ao inchaço crônico é devido ao formato de sua pelve. As mulheres têm a pelve arredondada, portanto mais do seu cólon fica dentro dela uma vez que o útero, ovários e trompas de Falópio ocupam muito espaço acima da pelve.

shutterstock_466676282

Portanto, em geral as mulheres foram desenvolvidas para esse inchaço constante, mas também há outros motivos que não estão relacionados ao formato do seu corpo.

shutterstock_393437614

Síndrome Pré-Menstrual: Geralmente chamada de TPM, é um sintoma mental e físico que ocorre aproximadamente 5 a 11 dias antes do início do ciclo menstrual da mulher. Um dos sintomas mais comuns é o inchaço.

shutterstock_244495030

Todavia, esse tipo de inchaço pode ser controlado. Fazendo algumas mudanças no seu estilo de vida, tais como ingerir mais líquidos, tomar vitaminas, ter uma dieta com pouco sal, bem como aumentar os exercícios e o período de sono, podem ajudar.

shutterstock_428047612

Síndrome do Intestino Irritado: Esse distúrbio é classificado por vários sintomas, sendo o inchaço abdominal o principal. As mulheres sofrem extremo desconforto, mas seus intestinos não estão correndo nenhum perigo real. Acredita-se que esse distúrbio seja causado por um aumento ou diminuição nas contrações intestinais.

shutterstock_420417202

Existem medicamentos específicos para esse distúrbio, portanto seria melhor falar com seu médico antes de tomar qualquer medicação.

shutterstock_563758000

Cistos Ovarianos: São sacos preenchidos com líquido, que crescem na superfície dentro do ovário. Eles se desenvolvem devido a um desequilíbrio hormonal no corpo que envolve o hormônio luteinizante – responsável por sinalizar ao ovário que deve liberar um óvulo.

shutterstock_455493025

Quando os cistos crescem, podem causar pressão e inchaço na área abdominal. Na maioria dos casos, os sintomas são administráveis, de forma que os médicos simplesmente monitoram os cistos. Porém, se crescerem ao ponto dos sintomas não serem mais administráveis, podem ser removidos cirurgicamente.

shutterstock_394542853

Esses são os motivos mais comuns para as mulheres estarem constantemente com inchaço abdominal, mas também há outros motivos comuns para que TODOS tenham inchaço abdominal.

shutterstock_178582436

Desidratação: Já notou que no dia seguinte a ter consumido alimentos salgados ou ingerido bebidas alcoólicas você fica desidratado e inchado? O motivo disso é que quando seu corpo tenta se recuperar da desidratação, ele retém água em excesso para prevenir que a desidratação aconteça novamente. Isso significa que quando você finalmente decide beber um pouco de água, ela provavelmente será armazenada por um período de tempo maior.

shutterstock_390624763

Constipação: Esse é um dos motivos mais comuns de muitas pessoas terem inchaço na região abdominal. A Constipação faz com que as fezes permaneçam no intestino, o que coloca maior pressão no estômago, deixando você com dor, desconforto e gases. Os dois principais motivos para a constipação são: não comer fibras e não beber água em quantidades suficientes.

shutterstock_623234333

Infecção: A área abdominal pode ficar inchada ou inflamada se você tiver uma infecção. Os desencadeadores da infecção são os que causam o inchaço porque a contagem de células brancas no sangue é elevada ao redor dos órgãos pélvico, urinário e gastrointestinal.

shutterstock_462525757

Brandon Marji, B.A.

https://www.doctorshealthpress.com/author/bmarji/

Brandon Marji é um escritor especializado em notícias de saúde e sua opinião é baseada em pesquisas e estudos clínicos.
Brandon é graduado em Estudos de Saúde pela Universidade de York, onde se especializou nos setores público e privado de cuidados de saúde e nos diferentes tipos de doenças e tratamentos disponíveis para o público.
Brandon também se especializou em estratégias de condicionamento físico e exercícios, e participa como palestrante sobre diabetes Tipo 1 e Tipo 2 e sua relação com a redução de recursos para a saúde.

 

Tags:

Nenhum comentário Quero comentar!

No comments yet.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URL

Leave a comment

Protected with IP Blacklist CloudIP Blacklist Cloud

Dados do Autor

Sonia Lima

Com formação em Letras pela USP e tendo traduzido e/ou revisado centenas de textos científicos, Sonia é a colaboradora mais experiente do EsteticDerm nos textos de literatura de beleza e saúde. Trabalhou com obras científicas em diversas áreas como médicas, odontológicas, ortopedia, psiquiatria e quiropraxia e áreas de exatas como engenharia e arquitetura.

Email Site /blog

Dados desta matéria