Laser no tratamento de micoses de unha

Muito comum no verão, a onicomicose conta com um
novo auxílio terapêutico para acelerar a sua cura

Com a chegada do verão, as sandálias, de todos os modelos e cores, passam a fazer parte do guarda-roupa de toda mulher. Mas, se no inverno houve um descuido ou se mesmo na estação mais quente do ano não for tomada a devida cautela, as micoses de unha aparecem e as lindas sandálias voltam para o armário.

A partir daí, o tratamento pode ser tão longo que nem daqui a um ano o problema estará resolvido. Os tratamentos tradicionais como esmaltes, comprimidos ou até a remoção da unha têm os seus inconvenientes. Os esmaltes devem ser aplicados diariamente por longos períodos e, mesmo assim pode não resolver o problema. No caso dos comprimidos, eles devem ser ministrados por pelo menos três meses (em alguns casos, por até um ano) e podem causar problemas no fígado e rins, sem mencionar o fato de alguns fungos já se tornaram resistente a determinadas medicações.

A pesquisa científica aliada ao desenvolvimento tecnológico buscou soluções mais efetivas para uma doença de alta prevalência e de difícil manejo terapêutico. Recém-chegado ao Brasil, um novo equipamento para tratamento da micose dos pés utiliza um sistema avançado de pulsos em microssegundos que atua diretamente no fungo, o que resolve o problema em duas sessões, em média. O laser passa pela unha e atinge o fungo e sua vascularização, que é irradiado com calor, como anti-inflamatório, sem dano algum para as unhas ou à pele.

Se houver uma alteração da cor da unha ou mesmo se ela ficar mais grossa, o diagnóstico invariavelmente é certeiro: micose, ou onicomicose, infecção causada por fungos. Existem mais de 230 mil fungos. Destes, 100 podem causar infecções. Se os pés (ou até as mãos) permanecerem úmidos ou abafados, a reprodução é muito rápida, o que pode danificar ou até descolar a unha. Em alguns casos, pode-se até perdê-la. “Todos os tipos de fungos podem ser tratados com o laser, sem contraindicação. Trata-se de um método auxiliar bem indicado para os que já sofrem cronicamente com o problema e especialmente para os pacientes que não podem tomar remédios orais”, comenta o dermatologista Dr. Jardis Volpe, da Clínica Volpe, de São Paulo.

Dependendo de quantas unhas estiverem infectadas, o procedimento com o laser pode levar de 10 a 20 minutos e o paciente pode voltar às atividades normais após o tratamento. Neste momento, já dá para perceber a melhora. Assim que a unha começar a nascer, ela fica mais clara, apesar de as unhas dos pés crescerem mais devagar, especialmente se houve uma infecção no local. De seis a dez meses, a unha fica totalmente clara.

Após 24 horas, pode-se aplicar esmalte. “Para acelerar o crescimento da unha, principalmente em idosos, recomendamos o uso de alguns suplementos vitamínicos à base de biotina.” comenta o médico.

Mas cuidado, a infecção por fungos pode voltar, dependendo da imunidade de cada um e de alguns cuidados importantes:

Dr. Jardis Volpe
Especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia – Registro de Especialidade 33398. Membro da SBD, da Academia Americana de Dermatologia e da Sociedade Americana de Laser. Atualização em Laser pela Harvard Medical School. Diretor medico da Clinica Volpe (SP).
www.clinicavolpe.com

HOLDING COMUNICAÇÕES
Daniel Santos
E-mail: daniel.santos@holdingcom.com.br
Fone: (11) 20617919

Tags:, , , ,

16 Comments Quero comentar!

No comments yet.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URL

Leave a comment

Protected with IP Blacklist CloudIP Blacklist Cloud

Dados do Autor

Diversos Autores

Diversos autores colaboraram nos textos existentes no EsteticDerm. Alguns dedicaram suas matérias de forma específica. Outros foram colhidos em sites que disponibilizam material e publicados após análise e aprovação da equipe de editores. As fontes na Internet são muitas mas sempre haverá busca, análise e aprovação do texto seja qual for sua origem. O enfoque principal é beleza e saúde do corpo humano embora tenhamos áreas de leitura geral. Muitas das publicações foram elaboradas por autoridades no assunto proposto. O conteúdo dos textos, artigos e matérias é de responsabilidade total de seus autores.

Email Site /blog

Dados desta matéria