Seios à Mostra

Ter seios bonitos, de tamanho proporcional e empinados, quem não quer?
Preste atenção nas dicas dos especialistas e vista um decote de arrasar.

MODO DE USAR

Hidratar, hidratar e hidratar

é a palavra de ordem. Faça disso um hábito diário e você estará prevenindo a formação de estrias. “A pele da região é idêntica a da barriga, portanto merece cremes mais consistentes do que usamos para o rosto”, explica a dermatologista Ana Lúcia Recio. Exemplos? Produtos com uréia, lactato de amônia, altamente hidratantes, podem ser combinados com fomblin ou óleo de sílica, agentes que formam um filme biológico, impedindo a saída de água.

Na hora de aplicar o seu creme,

o jeito certo de é fazer uma massagem circular em volta dos mamilos, no sentido horário e anti-horário, conforme recomenda Vanderléia Reis de Azevedo, esteticista do Day Spa.

Manter o colo bonito

também deve ser um ponto de honra. Como essa área fica normalmente exposta aos efeitos do sol — diferente dos seios, que são protegidos pelas roupas –, é alvo fácil para o envelhecimento precoce. O melhor jeito de prevenir este problema é aplicar diariamente no local um filtro solar com fator de proteção acima de 15, como fazemos com mãos, braços, rosto e pescoço.

Uma vez por mês,

para melhorar ainda mais a textura da pele dos seios, uma boa alternativa é fazer uma exfoliação leve, durante o banho, usando um produto específico bem suave ou uma esponja vegetal.

Com algumas estrias para tratar,

é preciso também aplicar um creme com ácido retinóico todas as noites (em épocas que não estamos tomando sol, para não manchar a pele). Este composto vai promover uma descamação na área e estimular a produção de colágeno e elastina, melhorando a qualidade da pele. Normalmente as estrias não desaparecem completamente (lembre-se que elas são como uma cicatriz, já que ocorrem por distensão dos tecidos, que têm uma limite de elasticidade), mas elas acabam ficando menos profundas e mais finas, o que já é uma grande coisa. Mas, calma, os resultados demoram de três a seis meses para serem notados.

No verão,

quando não podemos usar os ácidos — que podem manchar a pele –, uma boa alternativa é substituí-los por Estrianon, creme argentino a base de óleos vegetais importado pela Import Med. “Ele não consegue ter a mesma ação regeneradora que o retinóico, mas como é um superidratante, dá uma melhorada na camada superficial da pele”, explica Ana Lúcia Recio.

Flacidez

é outro fantasma que ameaça a beleza dos nossos seios. Afinal, você já deve ter ouvido falar que, com a idade, tudo cai. “O fato de o peito ir ficando menos firme está ligado ao efeito da gravidade, mas também à herança genética, em proporções iguais”, ressalta Ana Lúcia Recio. Quando o problema aparece, é preciso partir para tratamentos específicos.

Atividade física,

feita pelo menos três vezes por semana, também ajuda bastante a combater a flacidez. Os exercícios localizados, ou mesmo a musculação (o chest press, peck deck e cross over, das academias são os melhores aparelhos) são verdadeiras maravilhas.

Tem gente que tem tendência a alergias

na região dos seios provocada pelo uso de sutiãs sintéticos ou de renda. Se esse for o seu caso, prefira peças de algodão que não retém a transpiração. E quando o problema estiver “grave”, o dermatologista pode indicar uma pomada a base de corticóide, que acalma a coceira.

Faça mensalmente,

uma semana depois do fim da menstruação, o auto-exame. Lembre-se que o câncer de mama é uma das principais causa de morte entre mulheres, portanto uma apalpação cuidadosa e freqüente é um hábito que você deve ter durante a vida inteira. Fique diante do espelho, levante o braço esquerdo e com a mão direita vá apalpando o seio esquerdo, até completar a volta completa. Em seguida, aperte o mamilo entre os dedos, para ver se não há nenhuma secreção. Repita o mesmo procedimento para seio direito.

SEIOS NO LUGAR?? Dá-lhe Localizada!!!!

Para ter um colo delineado e seios mais arrebitados, malhar é um santo remédio. É que quando os músculos peitorais, que dão sustentação aos seios, são trabalhados, eles aumentam de volume, dando a impressão de que o peito é um pouco maior e mais empinado. Mas conforme a personal trainer e professora de ginástica Selma Lucci, é importante não ter uma expectativa exagerada quanto aos resultados, já que a genética a gente não consegue mudar. “É importante lembrar que além das glândulas mamárias, os seios são como um saco de gordura revestido de pele. Por isso se eles forem muito flácidos, a atividade física consegue apenas dar uma ligeira melhorada”, ressalta ela.

Seus seios e colos podem ficar mais bonitos em casa mesmo. Basta fazer essa série de exercícios poderosos. Conforme a professora Selma Lucci, para ter resultado, é preciso fazê-la pelo menos três vezes por semana. Antes e depois de começar, dê uma alongada nos músculos do corpo todo. Assim, você consegue reduzir a tensão e aumentar a flexibilidade.

Você vai precisar de…

EXERCÍCIOS:

1) Flexão de braços

Fique de bruços, com as palmas das mãos no chão, mantendo cotovelos alinhados com os ombros e joelhos apoiados no chão. Flexione os braços, inspirando na subida e soltando o ar na descida. Tome o cuidado de manter sempre a coluna reta durante o exercício.
Faça três séries de cinco repetições na primeira semana, e vá aumentando cinco repetições por semana, até chegar em três séries de quinze repetições. Quando já estiver craque, fazer sem apoiar os joelhos no solo vai aumentar o grau de dificuldade.

2) Crucifixo

Deitada de costas, com a coluna totalmente apoiada no chão, deixe os braços abertos em direção a linha dos ombros e os joelhos flexionados, com as plantas dos pés apoiadas no solo. Com um pesinho de um quilo em cada mão, junte e afaste os braços, deixando os cotovelos semi-flexionados durante o exercício. Inspire com os braços afastados e expire com os braços juntos.
Faça três séries de dez repetições e vá aumentando cinco repetições por semana, até chegar em três séries de vinte.

3) Deitada de costas,

com a coluna totalmente apoiada no solo, deixe os braços estendidos ao longo do corpo e as palmas das mãos viradas para cima. Os joelhos devem ficar flexionados, com as plantas dos pés no solo. Com um pesinho de um quilo em cada mão, eleve os braços até a linha dos ombros, mantendo o cotovelo semi-flexionados.
Comece com três séries de dez repetições e vá aumentando cinco repetições por semana, até chegar em três series de vinte.

TRATAMENTOS ESTÉTICOS:
ISSO FUNCIONA!!

Depois que estrias e flacidez já se instalaram, não vale desanimar. Felizmente, os consultórios e clínicas estéticas dispõem de tratamentos que podem melhorar e muito os danos causados por esses dois inimigos da beleza dos seus seios.

Confira o que realmente dá resultado:

Para diminuir a flacidez

Force:

Placas agem por impulsos elétricos provocando a contração muscular dos músculos peitorais, deixando os seios melhor delineados e mais firmes. O recomendado é fazer de dez a vinte sessões com trinta minutos de duração cada, duas vezes por semana.

Microcorrentes:

O equipamento computadorizado funciona pelo mecanismo de lifting. Com uma descarga de baixa freqüência, é estimulada a circulação cutânea, causando uma melhora na nutrição e oxigenação dos tecidos das mamas e, consequentemente, um aumento na produção de colágeno e elastina — fibras que dão sustentação à pele. Resultado: a flacidez de pele é amenizada. O indicado é dez a vinte sessões com trinta minutos cada, duas vezes por semana.

Máscara de porcelana:

Primeiro a esteticista faz uma superidratação passando no local ampolas hidratantes, por exemplo, a base de placenta, elastina e ácido hialurônico. Em seguida, ela pincela os seios com a máscara propriamente dita, que é feita com caulim (matéria prima das porcelanas) e sulfato de cálcio hidratado. Quando seca, a máscara fica endurecida e, por oclusão, os ativos tem penetração otimizada. Ideal para ser feita para finalizar uma sessão de microcorrentes ou force.

Contra Estrias:

Mesoterapia

O dermatologista injeta no local uma combinação de substâncias como vitamina C, X-ADN (derivado das ovas de salmão) e polidocanol (um álcool hidrolisado). “Juntas essas substâncias estimulam a reorganização da derme (camada intermediária da pele), deixando-a mais encorpada. Por causa disso, as fibras de colágeno e elastina aumentam de quantidade e o aspecto visual das estrias melhora”, diz Ana Lúcia Récio.

Subcisão

Uma agulha fina é introduzida, estria por estria, na camada intermediária da pele. O médico faz movimentos de vai-e-vem e de rotação com a agulha. Isso provoca uma reação inflamatória e, no processo de cicatrização deste “machucado”, há um aumento da passagem de sangue no local. Isso estimula a formação de colágeno e elastina, fundamentais quando o assunto é regenerar a pele estriada. Essa técnica é considerada por muitos médicos como a mais eficaz no combate das estrias: elas ficam menos endurecidas, mais fininhas e menos profundas.

Microdermoabrasão

Jatos de microcristais de hidróxido de alumínio, direcionados ao longo de cada estria, causa uma exfoliação que melhora a qualidade da pele e regenera o local. As muito morenas, no entanto, devem recorrer a outro tratamento, já que a microdermoabrasão pode manchar a pele.

COM QUE SUTIÃ EU VOU???

Quem entende um pouquinho mais de moda garante. A dobradinha sutiã e decote faz verdadeiros milagres. Afinal, o que é bonito a gente mostra e o que não é tanto, a gente disfarça. É fácil, fácil.

TABELA

Seios Pequenos (36-38)

O melhor sutiã …

é bem leve e o mais confortável possível. Recorte especial embaixo do bojo é absolutamente desnecessário. As alças e laterais podem ser estreitas, mostrando bem as costas, principalmente se elas forem um ponto forte. Agora, se a idéia é fazer um efeito de aumento, o papo é outro. Prefira os meia-taça (os com sustentação de arame são melhores) que valorizam o colo e, quando a gente dá uma puxadinha nos seios para cima, eles dão impressão do volume ser maior. Mas, para aqueles dias em que você quer mesmo arrasar, tenha pelo menos um sutiã-maravilha (ou, como as americanas costumam falar, wonderbra) no guarda-roupa. Graças a almofadinhas no bojo e uma arquitetura toda especial, ele aumenta, levanta e aproxima os seios, fazendo também com que o colo fique mais cheio. Os modelos-maravilha são normalmente de lycra com renda, supersensuais. No geral, você pode abusar de todos os tipos: de malha de algodão, lycra, renda ou tecido de algodão. E, vale lembrar, sutiã não deve ser obrigação: quando não estiver a fim, simplesmente, não use.
O melhor decote …é o estilo princesa, redondo e bem cavado (que, por pouco, não deixa o peito pular para fora). Escolha peças com corte abaixo do busto, em blusas e vestidos bem justinhas. Na atual estação, os corselets, que são sempre um clássico, e peças saídas do reino das lingeries — tipo camisolinhas — com este decote estão em alta.

Seios Médios (40-42)

O melhor sutiã … é aquele que tem média sustentação com uma costurinha leve (tipo overlock) embaixo do bojo, para acentuar o formato arredondado dos seios. Armações de arame são opcionais. Quanto às alças e laterais, elas devem ser médias. Os melhores tipos: de renda, lycra, algodão, tecido.
O melhor decote Uma blusa stretch com gola alta e ombros de fora (se eles forem bem bonitos), um pouquinho cavada nas laterais, para definir bem o contorno dos seios, fica simplesmente o máximo! Outra ótima opção é um tomara que caia bem aderente, que é supersensual. No mais, os seios médios podem rigorosamente todos os tipos de decote: em vê, quadrado, canoa, alto, ombro a ombro, etc.

Seios Grandes (44-46)

O melhor sutiã … deve ter bastante sustentação. Uma costura, com viés, e tecido reforçado embaixo do bojo são quesitos fundamentais. Como tem de ser bem estruturado para o peito não cair, o modelo acaba sendo mais fechado. A costura arredondada no bojo dá profundidade e ajuda a modelar mais os seios. Ainda para eles ficarem bem firmes, as alças e laterais devem ser largas. Alças mais estreitas que 2,5 cm costumam ser insuficientes para levantar o peito e, ainda, acabam “cortando” as gordurinhas do ombro. Tecido: prefira um que seja fixo no bojo, como o náilon ou renda de náilon com algodão. Como eles abraçam perfeitamente os seios, acabam dando uma ligeira diminuída. A lycra, ao contrário, como se movimenta, não tem este efeito.

 O melhor decote É o transpassado, que, aliás, está super na moda. É o famoso cache-coeur, feito de malha de algodão ou jérsei. Ele sempre tem uma manguinha, que pode ser longa, ¾ ou curta e a grande vantagem é que dá para controlar a abertura do decote conforme se queira. “É possível deixá-lo mais aberto na altura do colo e ir estreitando perto dos seios, regulando no limite exato entre o vulgar e o sensual”, explica a consultora de moda Iza Smith.

Que tal um sutiã feito de pele de pêssego?? É isso mesmo. Essa novidade das empresas fabricantes de lingerie é feita com um tecido superfino, o tac-tel, uma microfibra misturada com lycra que tem um toque macio e gostoso. “É como se a pessoa estivesse sem nada”, explica Rosane Graicer, da Marcyn. Como o sutiã de tac-tel é cor da pele, não deixa aparecer o bico e quase não tem costuras, ele é perfeito para ser usado debaixo de uma blusa transparente. Marcyn, Du Loren e Valisère já aderiram.

CIRURGIA PLÁSTICA:

OPERAÇÃO METAMORFOSE

Se a natureza não ajudou ou se simplesmente você agora se deu conta de que quer mudar, a cirurgia plástica para aumento ou diminuição dos seios é uma alternativa que não pode ser esquecida. E os especialistas são unânimes em afirmar que a melhor fase para fazer qualquer uma delas é por volta dos vinte anos. “É nessa fase que os seios adquirem o tamanho adulto”, explica o cirurgião plástico Eduardo Fakiani.

Diminuição

quando o tamanho dos seios incomoda, é indicada uma mamaplastia, que retira o excesso de tecido mamário (basicamente, pele e gordura). A cicatriz normalmente fica em volta das aréolas ou em forma de T invertido, no bojo do seio, ou em forma de L (em direção à lateral das mamas). “A de T invertido é a maior de todas mas, em compensação, é a que permite ao cirurgião modelar melhor o formato dos seios”, diz Fakiani.

Aumento

A saída é colocar uma prótese mamária, cujo conteúdo pode ser silicone, soja e até soro fisiológico. Uma espécie de bolsa é colocada entre a musculatura e a glândula mamária ou abaixo do músculo peitoral, que aumenta o peito. A novidade, nessa área, é a prótese biodimensional de silicone. Feita de silicone coeso, ela é mais anatômica: o formato de pera permite que também o colo seja desenhado e garante um melhor prenchimento lateral dos seios. A cicatriz fica na axila ou em volta da aréola, ou ainda, embaixo dos seios, bem na dobrinha.

Os Seios Mais Bonitos do Mundo

• Claudia Schiffer

• Elizabeth Hurley

• Demi Moore

• Sophia Loren

• Gina Lolobrigida

• Luana Piovani

• Gianne Albertone

• Vera Fisher

• Marilyn Monroe

• Kim Bassinger

Consultoria:

Dr. Eduardo Fakiani

Cirurgião plástico

Ana Lucia Recio

Iza Smith

Consultora de moda

Tags:,

Nenhum comentário Quero comentar!

No comments yet.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URL

Leave a comment

Protected with IP Blacklist CloudIP Blacklist Cloud

Dados do Autor

Diversos Autores

Diversos autores colaboraram nos textos existentes no EsteticDerm. Alguns dedicaram suas matérias de forma específica. Outros foram colhidos em sites que disponibilizam material e publicados após análise e aprovação da equipe de editores. As fontes na Internet são muitas mas sempre haverá busca, análise e aprovação do texto seja qual for sua origem. O enfoque principal é beleza e saúde do corpo humano embora tenhamos áreas de leitura geral. Muitas das publicações foram elaboradas por autoridades no assunto proposto. O conteúdo dos textos, artigos e matérias é de responsabilidade total de seus autores.

Email Site /blog

Dados desta matéria