27 de novembro – É o Dia Nacional de Combate ao Câncer

Data é celebrada no país e gera discussões em meio a avanços e retrocessos
no tratamento da doença

Nesta data, 27 de novembro, o Brasil celebra o Dia Nacional de Combate ao Câncer. Um dos objetivos da data é conscientizar e prevenir milhares de mortes a cada ano. A campanha deste ano pretende mobilizar a população brasileira e pressionar os governantes a se unirem na prevenção e na luta contra o câncer. “Neste ano podemos afirmar que tivemos avanços consideráveis, conjugados com retrocessos”, comenta Charles Pádua, diretor do Cetus-hospital dia em Betim, especializado em tratamento oncológico. Com um atendimento em saúde mais voltado para o tratamento do que para a prevenção, o Brasil ostentou em 2012 cerca de 520 mil novos casos da doença, de acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca).

Essa quantidade crescente de novos casos sobrecarregam os serviços públicos de saúde. “A situação ainda é particularmente alarmante no caso dos pacientes com câncer, já que em muitas situações a rapidez do diagnóstico e início imediato do tratamento são determinantes para maximizar as chances de cura e a qualidade de vida do paciente”, afirma Pádua. O Poder Público parece ter atentado para a importância disso. Encontra-se em discussão no Senado o Projeto de Lei 32/1997, que fixará o prazo de 60 dias, contados do diagnóstico, para o início do tratamento do câncer no Serviço Único de Saúde (SUS). Esse tempo também poderá ser reduzido, conforme a gravidade do caso. “O problema não é exclusividade da rede pública. Nos convênios privados, os pacientes precisam lidar com a espera pelas autorizações da administradora, o que pode retardar o início do tratamento”, lembra o oncologista.

Se a determinação realmente “pegar”, porque no Brasil há leis que têm efeito prático e outras não, o tratamento da doença no Brasil poderá dar um salto maior em qualidade. Segundo Pádua, não basta apenas garantir a rapidez do atendimento sem se investir na prevenção e conscientização. Ele explica que o controle do tabagismo também tem provocado resultados mais animadores no Brasil. De acordo com artigo publicado recentemente na revista especializada Plos Medicine, essas ações já salvaram cerca de 420 mil vidas. A revista também destaca o aumento do preço do cigarro no Brasil como responsável por cerca da metade da redução do número de fumantes no país. O preço mais alto do cigarro, de acordo com os pesquisadores, conseguiu diminuir a iniciação ao fumo ou estimular a cessação. Pádua explica que o controle do tabagismo poderia evitar cerca de 30% dos novos casos de câncer, entre eles o câncer de pulmão, laringe, pâncreas, rins, bexiga e esôfago. “A nossa esperança, é que tais medidas, juntamente com campanhas educativas, reduzam em grande número os casos destes cânceres”, reforça.

O médico lembra que outros avanços no tratamento do câncer também surgiram neste ano. “Nunca estivemos tão providos de tecnologia, equipamentos e pesquisas em diagnósticos o que, por conseqüência, tem dado mais conforto a muitos pacientes e até mesmo assegurado taxas de respostas altíssimas, podendo falar em muitos casos, em cura”. Ele ressalta progressos em medicamentos. Um deles é a nova droga T-DM1 que demonstrou reduzir em 35% o risco de progressão de câncer de mama em pacientes em fase avançada. No Brasil, a perspectiva é de que a droga seja liberada para comercialização em 2013. “Ainda aguardamos ansiosos diversos procedimentos para toda a população, entre eles a cobertura da vacina contra HPV, doença que é responsável por 90% dos casos de câncer de colo de útero. Na medicina, pequenos avanços representam muito para a saúde de quem está doente”, conclui.  

INTERFACE COMUNICACAO EMPRESARIAL – MG

Cíntia Neves
E-mail: cintia@interfacecomunicacao.com.br
Fone: (31) 32117509

Tags:,

Nenhum comentário Quero comentar!

No comments yet.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URL

Leave a comment

Protected with IP Blacklist CloudIP Blacklist Cloud

Dados do Autor

Diversos Autores

Diversos autores colaboraram nos textos existentes no EsteticDerm. Alguns dedicaram suas matérias de forma específica. Outros foram colhidos em sites que disponibilizam material e publicados após análise e aprovação da equipe de editores. As fontes na Internet são muitas mas sempre haverá busca, análise e aprovação do texto seja qual for sua origem. O enfoque principal é beleza e saúde do corpo humano embora tenhamos áreas de leitura geral. Muitas das publicações foram elaboradas por autoridades no assunto proposto. O conteúdo dos textos, artigos e matérias é de responsabilidade total de seus autores.

Email Site /blog

Dados desta matéria