Viajando ao exterior: aproveite para comprar suplementos

Aproveite a sua viagem de fim de ano ao exterior para comprar suplementos
imprescindíveis à saúde

Muitos desses produtos não são encontrados no Brasil ou são muito mais caro. Eles podem ser comprados nas farmácias dos Estados Unidos, por exemplo, com preços acessíveis e liberação dos órgãos fiscalizadores americanos. Especialista indica algumas opções.

Muitos brasileiros aproveitam as férias de verão para fazer viagens ao exterior, principalmente aos Estados Unidos. O Consulado Americano de São Paulo, inclusive, afirma que houve um aumento de 46% de emissão de visto entre janeiro e março desse ano, em comparação com o mesmo período de 2011. Certamente, muitos desses turistas buscam muita diversão e aproveitar as liquidações dos outlets de roupas, calçados e eletrônicos. Mas, ainda pouco explorado pelos brasileiros, também existe o vasto mercado de medicamentos, suplementos e cosméticos.

Nos Estados Unidos, há grandes redes de lojas nas quais o consumidor pode encontrar de tudo. Além de produtos de saúde e beleza, a CVS e Wallgrens, por exemplo, vendem desde um simples remédio para dor de cabeça até mesmo travesseiro, leite, pão, camiseta do Mickey, dentre outros produtos não comuns nas farmácias brasileiras. O grande foco dessas lojas, no entanto, são os produtos direcionados à saúde, quer dizer, suplementos vitamínicos ou alimentares liberados pelo FDA – Food and Drug Administration -, órgão governamental americano que faz o controle dos alimentos, suplementos alimentares, medicamentos, cosméticos etc.

A Farmacêutica Especialista em Nutracêuticos e Nutricosméticos, Karina Ruiz, observa que de todos os suplementos disponíveis no EUA, não necessariamente são encontrados aqui, mas alguns ajudam a potencializar e fortalecer a imunidade do organismo. Segundo a especialista, a melatonina e o DHEA, devido à ampla gama de funções de ambos, são exemplos de produtos que não podem faltar na bagagem de volta.

A melatonia é um hormônio produzido pela glândula pineal, localizada no cérebro. Estudos mostram que ela auxilia, de maneira muito eficaz, a regular o sono. Por esta razão a suplementação de melatonina nos ajuda a melhorar a qualidade do sono e facilita a adaptação ao “jet-leg” (mudança de fuso horário em viagens intercontinentais)”, explica Karina.

Com o envelhecimento, a quantidade de melatonina produzida pela glândula pineal diminui progressivamente. Deste modo, a falta dessa substância, além de ser uma das causas da falta de sono, também tem sido associada ao envelhecimento precoce, uma vez que, tal hormônio atua como eficiente antioxidante. “Dessa maneira, trata-se de um suplemento muito interessante e que não encontramos no Brasil. Porém, não recomendo que ninguém tome melatonina antes de consultar um médico“, alerta.

DHEA – defesa natural do organismo DHEA é um hormônio produzido pela glândula supra-renal e está associado à proteção do cérebro e ao bem-estar. Na verdade, ele é o hormônio mais abundante no corpo humano, mas a produção chega ao seu pico por volta dos vinte e poucos anos. No entanto, aos 40 anos, o organismo produz metade de DHEA que produzia antes. Aos 65 anos, a produção cai para 10 a 20% da quantidade ideal; aos 80, cai para menos de 5% do nível ideal, o que gera a necessidade de reposição.

Devido aos efeitos abrangentes do DHEA, o declínio de sua produção se faz sentir por toda parte, em todos os sistemas, órgãos e tecidos do organismo. O sistema imunológico é especialmente sensível a menor produção de DHEA, deixando o organismo vulnerável, não apenas aos vírus, bactérias e outros micróbios, como também aos radicais livres e a doenças degenerativas causadas por eles“, explica.

Vários estudos indicam que DHEA promove aumento da imunidade, diminuição do risco de doenças cardíacas e diabetes, proteção contra alguns tipos de câncer, proteção contra o envelhecimento precoce, entre outros. O DHEA tem figurado nas grandes estrelas da suplementação anti-aging modernas.

Karina Ruiz

Graduada em Ciências Farmacêuticas pela PUC-Campinas, com Mestrado em Farmacologia do Processo Inflamatório pela Unicamp. Atua como Consultora Técnica na Área de Farmácia Magistral há mais de nove anos e como Professora Convidada em Cursos de Pós-graduação em Farmácia, Cosmetologia e Anti-Aging, Nutrição, Nutróloga, Nutrafarmacologia e Saúde há mais de oito anos. É Palestrante de Vídeo-aulas e Cursos pela Consulfarma – Assessoria Farmacêutica. É autora do livro Nutracêuticos na Prática – Terapias baseadas em Evidências (2012). www.karinaruiz.com

HOLDING COMUNICAÇÕES

Maria Paula Amoroso Nunes
E-mail: paulaholding@uol.com.br 
Fone: (11) 61617919

Tags:, ,

Nenhum comentário Quero comentar!

No comments yet.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URL

Leave a comment

Protected with IP Blacklist CloudIP Blacklist Cloud

Dados do Autor

Diversos Autores

Diversos autores colaboraram nos textos existentes no EsteticDerm. Alguns dedicaram suas matérias de forma específica. Outros foram colhidos em sites que disponibilizam material e publicados após análise e aprovação da equipe de editores. As fontes na Internet são muitas mas sempre haverá busca, análise e aprovação do texto seja qual for sua origem. O enfoque principal é beleza e saúde do corpo humano embora tenhamos áreas de leitura geral. Muitas das publicações foram elaboradas por autoridades no assunto proposto. O conteúdo dos textos, artigos e matérias é de responsabilidade total de seus autores.

Email Site /blog

Dados desta matéria