Pesquisa desvenda a rotina de cuidado dos brasileiros com os cabelos

Material inédito traz dados reveladores sobre os rituais diários de beleza,
a preocupação com a saúde dos fios e as novas exigências em produtos do consumidor brasileiro

O hábito dos consumidores no cuidado com os cabelos é o que revela pesquisa da P&G, desenvolvida no Brasil. Com o intuito de entender as mudanças ocorridas no ritual de beleza e desvendar o que os brasileiros fazem com os seus cabelos dois estudos encomendados pelas marcas Pantene e head&shoulders revelaram a relação que mantêm com suas madeixas.

Os resultados mostram consumidores vaidosos, que seguem uma rotina quase que diária no cuidado com os fios, e que estão atentos aos benefícios e riscos dos tratamentos de beleza, buscando opções cada vez mais saudáveis.

A pesquisa de Pantene assinada por Joaquin Crespo, diretor do Centro de Inovações da P&G, entrevistou 1.000 mulheres porta a porta na cidade de São Paulo, complementa o estudo desenvolvido pela marca head&shoulders com 800 consumidores (homens e mulheres) nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador e Porto Alegre.

O mercado brasileiro de cosméticos é o terceiro maior do mundo e as projeções de crescimento para os próximos anos são animadoras para o país. Com a nova pesquisa, a P&G dá um passo à frente no entendimento do consumidor, sabendo exatamente quem ele é e, principalmente, do que ele precisa. Com esse grupo de informações riquíssimas desenvolvemos os lançamentos das marcas Pantene e head&shoulders, e continuaremos a criar produtos inovadores que supram essa necessidade e, ao mesmo tempo, surpreendam o consumidor que está cada vez mais exigente”, afirma Juliana Azevedo, diretora de marketing da P&G.

DESMISTIFICANDO O CABELO DAS BRASILEIRAS

A pesquisa mostrou que o tipo de cabelo das brasileiras é diversificado, reflexo da mistura de raças, mas há predominância do cacheado (36%) fator importante que justifica a busca por produtos voltados a estilização e tratamento dos fios como creme para pentear e leave-in. Os dados apontaram uma grande variabilidade quanto à origem do tipo do cabelo (caucasiana, indígena, negra). Os números também apontam que 35% dos cabelos pesquisados são secos, 25% normais, 22% oleosos e 17% mistos.

No país da escova progressiva, a percepção do nível do dano ocasionado aos cabelos ainda varia: 28% consideram que o seu cabelo não é danificado, 41% afirmaram que o cabelo é levemente danificado, 19% moderadamente danificado, e 12% muito danificado. Entre os agentes causadores dos danos, as entrevistadas citaram os tratamentos químicos, pentear e escovar os cabelos e os acessórios de cabelos. Em contrapartida, os benefícios que elas mais desejam são hidratação 17%, força 11% e reparação 8%.

RITUAL DO BANHO AO SALÃO DE BELEZA

A preocupação em seguir uma rotina de cuidados com os cabelos está presente na vida de 75% das mulheres entrevistadas. Essa rotina leva em média de 6 a 30 minutos. 40% dos consumidores afirmaram que costumam lavar os cabelos de 2 a 3 vezes por semana, e 34% lavam o cabelo uma vez por dia, sendo que a maioria é homens.

O secador é item mais comum do que a chapinha no cuidado com os cabelos e o leave-in é muito utilizado entre os consumidores adeptos do eletrodoméstico. O produto desponta como prioridade na lista de compras em 51% das paulistanas entrevistadas, sendo que 54% delas utilizam o leave-in de 2 a 4 vezes por semana. A principal razão para o seu uso é a estilização, e normalmente é utilizado nos cabelos ainda úmidos. O item também foi apontado como um importante integrante das bolsas de praia, 76% das consumidoras afirmaram que usam o produto durante o verão, enquanto estão na praia ou piscina.

Sobre tratamentos químicos 58% afirmaram que já realizaram algum processo de alisamento pelo menos uma vez na vida. Com relação à coloração, entre as mulheres que realizam algum desses procedimentos, 80% usam coloração permanente e a frequência com que realizam a coloração é entre 4 semanas a 3 meses. Na percepção sobre tratamentos químicos, a maioria afirmou que eles causam ressecamento do couro cabeludo, seguidos por queda, coceira no couro cabeludo, e caspas.

As idas aos salões de beleza são frequentes, 50% dos entrevistados visitam o estabelecimento uma vez por mês ou mais, apenas 5% não foram ao salão nos últimos 6 meses, e 2% nunca receberam tratamento de um profissional de beleza. Entre os que frequentaram o salão nos últimos 6 meses, 20% foram realizar tratamento químico. Em enquete sobre os serviços mais procurados por esses consumidores foi citado em primeiro lugar corte, e em seguida escova, hidratação, coloração e lavagem dos cabelos.

O MUNDO DOS COSMÉTICOS

O uso de cosméticos na rotina diária tem como ingredientes primordiais shampoo e condicionador. No dia a dia das paulistanas, o shampoo é utilizado por todas as entrevistadas, sendo que 63% aplicam duas vezes o produto no banho. O condicionador é usado por 95% das entrevistadas, uma única vez no banho, e o cabelo é enxaguado logo em seguida.

Na avaliação do que é um bom shampoo 44% disseram que a quantidade de espuma é fator determinante. As consumidoras também avaliam a eficácia do seu shampoo pelo movimento (29%) e maciez (20%) dos cabelos.

Em relação ao uso do condicionador, 51% das consumidoras dizem buscar maciez. Apesar de ser item primordial na rotina de cuidados, o condicionador ainda enfrenta algumas barreiras como: medo de deixar o cabelo muito oleoso (33%) e restrição em razão do tipo de cabelo da consumidora (28%).

Ainda sobre a rotina de tratamento com produtos de beleza, 45% afirmaram que usam máscaras de tratamento como parte de sua rotina de cuidado com os cabelos. As máscaras são geralmente usadas uma vez por semana. Prevenção (40%) e reparação dos cabelos danificados (33%) são os principais motivos pelos quais as consumidoras brasileiras utilizam as máscaras de tratamento.

Na hora da compra, o fator mais importante na escolha do shampoo e condicionador é a melhoria na saúde dos fios, sendo que as versões mais procuradas são as voltadas para hidratação e reparação. Os produtos usados na rotina de cuidado com os cabelos não costumam ser compartilhados pelos membros da família.

MULHERES X HOMENS

Entre os homens entrevistados, a maioria alegou ter cabelos normais. Eles costumam lavar os cabelos com mais frequência do que as mulheres (6,2 versus 4,1 vezes por semana) e usam produtos básicos (shampoo e condicionador). Por outro lado, a maioria das mulheres afirmou que possuem cabelos secos, e usam mais condicionador do que os homens (99% versus 86%).

Em razão do alto índice de tratamentos capilares, exposição a diferentes procedimentos, e ainda, uso frequente de coloração, as mulheres alegaram que já sofreram, ou sofrem com queda capilar, cabelos ressecados, coceira e ressecamento do couro cabeludo muito mais do que os homens. 27% dos homens nunca enfrentaram qualquer um desses tipos de problema, versus 14% das mulheres. As mulheres são mais preocupadas sobre o ressecamento do couro cabeludo (38% versus 25% dos homens), e também com a queda capilar (70% versus 40% dos homens).

Sobre a Procter & Gamble

A P&G serve aproximadamente 4,6 bilhões de pessoas ao redor do mundo com seu portfólio de marcas renomadas e de qualidade superior. As marcas líderes da companhia incluem Pampers®, Ariel®, Always®, Pantene®, Mach3®, Downy®, Iams®, Oral-B®, Duracell®, Olay®, Head & Shoulders®, Wella®, Gillette®, Fusion®, Ace®, Febreze® e Vick®. A P&G possui operações em aproximadamente 75 países ao redor do mundo. Para mais informações sobre a P&G e suas marcas, acesse o site http://www.pg.com/pt_BR/.  

PROCTER & GAMBLE DO BRASIL

Thais Ribeiro
E-mail: ribeiro.ts@pg.com

Tags:, , ,

1 comentário Quero comentar!

  • muito bom!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Comentário por: Julie — 7 de novembro de 2016 @ 14:35

RSS feed for comments on this post. TrackBack URL

Leave a comment

Dados do Autor

Diversos Autores

Diversos autores colaboraram nos textos existentes no EsteticDerm. Alguns dedicaram suas matérias de forma específica. Outros foram colhidos em sites que disponibilizam material e publicados após análise e aprovação da equipe de editores. As fontes na Internet são muitas mas sempre haverá busca, análise e aprovação do texto seja qual for sua origem. O enfoque principal é beleza e saúde do corpo humano embora tenhamos áreas de leitura geral. Muitas das publicações foram elaboradas por autoridades no assunto proposto. O conteúdo dos textos, artigos e matérias é de responsabilidade total de seus autores.

Email Site /blog

Dados desta matéria