Bumbum com silicone

Para o bumbum com silicone parecer natural é essencial escolher
a prótese de acordo com o corpo da mulher

bumbum01Pode até soar contraditório, mas a nova palavra de ordem em cirurgia plástica é naturalidade. Fácil de entender, afinal, todo mundo quer parecer mais jovem e bonita, só que sem entregar que passou por uma intervenção cirúrgica. Para atender a esse desejo, atualmente os cirurgiões plásticos não olham apenas para a área que a paciente quer melhorar, mas analisam o corpo dela como um todo. “Só assim para garantir um resultado harmonioso para o biótipo de cada paciente. E tomar esse tipo de cuidado, além de esclarecê-lo para a paciente, faz com que ela entenda que nem sempre o que ela sonha é o que melhor combina com o seu tipo de corpo. Isso é válido especialmente para os dias de hoje, em que há muita procura por próteses grandes e redondas, que ficam chamativas e não necessariamente bonitas ou sensuais. Num primeiro momento elas até podem entusiasmar a paciente, mas depois de um tempo e dos comentários são grandes as chances da pessoa se arrepender de ter feito o procedimento. E não precisa ser assim“, diz o cirurgião plástico Nelson Letizio, de Rio Claro (SP).

Segundo o médico, há dois modelos de prótese: a redonda e a oval. A primeira costuma ficar mais bonita e harmoniosa em quem tem quadril largo e estatura baixa ou mediana, enquanto a segunda geralmente fica mais natural nas altas e mais sequinhas no quadril. O mesmo cuidado deve ser tomado na hora de escolher o tamanho do implante. “Os menores são ideais para mulheres magras. Já os maiores, para as mais curvilíneas”, completa o médico.

Seja qual for o caso, a técnica de coloção de prótese intramuscular é a mais indicada. “Nela, o implante é colocado dentro de um músculo chamado glúteo maior, localizado no centro do bumbum e responsável pelo aspecto redondinho e empinado. Outras vantagens desse método é que ele não compromete o nervo ciático e exige um só corte de mais ou menos 6 centímetros entre o cóccix e o ânus para colocar as duas próteses, sendo uma em cada nádega. A cicatriz fica imperceptível“, explica o cirurgião plástico Nelson Letizio.

A intervenção é realizada em hospital, com anestesia geral ou peridural com sedação, exige repouso de 15 a 20 dias, período em que só se pode deitar de barriga para baixo ou de lado e sentar por poucas horas. Os pontos são removidos em mais ou menos 10 dias, mas para tirar a cinta modeladora e voltar a praticar atividade física é preciso esperar dois meses. “Apesar do implante não precisar ser trocado, uma vez que ele é colocado a pessoa não pode mais tomar injeção no bumbum, apenas no braço, para evitar a perfuração e ruptura da prótese“, alerta o especialista.

Jornalista responsável: Maria Alice Amoroso Nunes (Mtb-SP 11.239)
cel. 11-99999-6161
Av. Paes de Barros, 2659 – cj. 27 – CEP 03149-100- São Paulo – SP
Tels. 11-2061-7919/2061-5709
maria.alice@holdingcom.com.br

HOLDING COMUNICAÇÕES

Maria Claudia
E-mail: maria.claudia@holdingcom.com.br
Fone: (11) 61617919

Tags:,

Nenhum comentário Quero comentar!

No comments yet.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URL

Leave a comment

Protected with IP Blacklist CloudIP Blacklist Cloud

Dados do Autor

Diversos Autores

Diversos autores colaboraram nos textos existentes no EsteticDerm. Alguns dedicaram suas matérias de forma específica. Outros foram colhidos em sites que disponibilizam material e publicados após análise e aprovação da equipe de editores. As fontes na Internet são muitas mas sempre haverá busca, análise e aprovação do texto seja qual for sua origem. O enfoque principal é beleza e saúde do corpo humano embora tenhamos áreas de leitura geral. Muitas das publicações foram elaboradas por autoridades no assunto proposto. O conteúdo dos textos, artigos e matérias é de responsabilidade total de seus autores.

Email Site /blog

Dados desta matéria