Nesse verão, não se esqueça do pulmão!

Com a temperatura batendo os 30 graus, conheça algumas medidas indispensáveis
para preservar a saúde respiratória durante a estação mais quente do ano

Sol, calor, praia, piscina, bebida gelada… Tudo isso para celebrar a chegada da estação mais esperada do ano: o verão! Mas para algumas pessoas, o que vem junto às altas temperaturas são, na verdade, rinite e crises de asma. Para evitar o desconforto e aproveitar os dias de sol da melhor maneira, confira algumas dicas essenciais.

Rinite

Nessa época do ano, são comuns viagens para casas de veraneio que estão há muito tempo fechadas e acumulam, principalmente em lençóis, cobertas e estofados, uma camada de poeira e ácaros. Por essa razão, é muito importante que ao chegar nestes locais, seja feita uma limpeza com o objetivo de eliminar esses agentes causadores1. Para isso, é aconselhado usar aspirador de pó e panos úmidos, que evitam suspender as partículas de poeira no ar1.

Asma

O uso de ar condicionado, intensificado nessa época do ano, pode provocar um aumento no número de crises, já que torna as variações de temperatura mais frequentes e bruscas, aumentando as chances de inflamação dos brônquios2. “O ideal é que o uso do ar condicionado seja controlado evitando temperaturas abaixo de 22 graus. Os equipamentos de ar condicionado devem ser higienizados no mínimo uma vez por ano para prevenir contaminação com microorganismos e acumulo de mofo e poeira”, explica o pneumologista doutor Frederico Fernandes.

Além do ar condicionado, os pacientes com asma também podem apresentar mais crises em por conta do aumento da atividade física, principalmente aqueles que estão descondicionados². “Isso acontece porque com o exercício, há o aumento da frequência respiratória, o que pode causar broncoespasmos esforço-induzido.” Atividade física é muito importante e fundamental no controle da asma, mas devem ser respeitados os limites individuais e um médico deve ser consultado para evitar e tratar essas crises.

Vale lembrar que um bom controle dessas doenças vai além da erradicação de agentes causadores de crises. É preciso se alimentar bem, praticar atividades físicas respeitando suas limitações, se consultar regularmente com o especialista e, principalmente no verão, controlar a exposição ao sol e calor3. “O tratamento contínuo voltado para o controle da doença também é muito importante. Não bastar usar a medicação apenas quando se tem a crise”, reforça o especialista.

Referência

1. Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tsiologia. Asma – Perguntas e respostas. https://sbpt.org.br/portal/publico-geral/doencas/asma-perguntas-e-respostas/ Acesso em 28/11/2018.

2. Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual. Verão pode provocar aumento das crises de asma. http://www.iamspe.sp.gov.br/verao-pode-provocar-aumento-das-crises-de-asma/ Acesso em 28/11/2018.

3. Associação Brasileira de Asmáticos de São Paulo – Perguntas frequentes. http://www.abrasaopaulo.org/perguntas.asp Acesso em 28/11/2018.

Sobre o Grupo Chiesi

A Chiesi é um grupo farmacêutico internacional sediado em Parma, Itália, com mais de 80 anos de experiência, e fortemente orientada para pesquisa, desenvolvimento, produção e comercialização de produtos inovadores na área respiratória, neonatologia, doenças raras e outras especialidades. A Chiesi está entre as 50 maiores empresas farmacêuticas do mundo, exportando para 70 países e presente diretamente em 26 deles através de suas filiais. A atividade produtiva do grupo é feita a partir de 3 fábricas localizadas em Parma (Itália), Blois (França) e Santana de Parnaíba (Brasil). Além disso, a Chiesi produz ciência e inovação a partir de 5 centros de pesquisa e desenvolvimento localizados em Paris (França), Cary (EUA), Chippenham e Oxford (Reino Unido), bem como através da equipe de P&D da empresa dinamarquesa Zymenex (adquirida pela Chiesi em 2016). Existem mais de 5318 pessoas trabalhando diretamente na Chiesi em todo o mundo, das quais cerca de 671 são dedicadas a atividades de pesquisa e desenvolvimento e cerca de 700 funcionários em locais de produção. A subsidiária brasileira da Chiesi Farmacêutica é responsável pelas operações industriais e comerciais da companhia em nosso país desde 1976, contribuindo para a balança comercial ao exportar aproximadamente 25% de sua produção anual para Europa e Paquistão, oferecendo aos profissionais de saúde e pacientes brasileiros medicamentos com a qualidade e a confiabilidade reconhecidas em todo o mundo. No Brasil a Chiesi emprega aproximadamente 350 profissionais, dos quais cerca de 140 dedicam-se exclusivamente à divulgação científica para mais de 22 mil médicos. Para outras informações, visite www.chiesi.com.br.

Gabriel Correa
Gabriel.Correa@bcw-global.com
11.3094-2248
Larissa Gomes
Larissa.Gomes@bcw-global.com
11.3094-2272

Tags:, ,

Nenhum comentário Quero comentar!

No comments yet.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URL

Leave a comment

Protected with IP Blacklist CloudIP Blacklist Cloud

Dados do Autor

Diversos Autores

Diversos autores colaboraram nos textos existentes no EsteticDerm. Alguns dedicaram suas matérias de forma específica. Outros foram colhidos em sites que disponibilizam material e publicados após análise e aprovação da equipe de editores. As fontes na Internet são muitas mas sempre haverá busca, análise e aprovação do texto seja qual for sua origem. O enfoque principal é beleza e saúde do corpo humano embora tenhamos áreas de leitura geral. Muitas das publicações foram elaboradas por autoridades no assunto proposto. O conteúdo dos textos, artigos e matérias é de responsabilidade total de seus autores.

Email Site /blog

Dados desta matéria