Dormir de cabelo molhado prejudica os fios

Dormir constantemente com os fios molhados pode trazer danos a curto, médio e longo prazos.
Conheça os problemas que a prática pode trazer.

São Paulo – 09/01/2020 – Quem não gosta de chegar em casa e, após um dia exaustivo, tomar um banho revitalizante e se jogar na cama para dormir? Com a correria do dia a dia, muitas vezes nos esquecemos ou simplesmente negligenciamos o ato de secar os cabelos antes de dormir. Mas será que faz mal dormir com os fios molhados? A resposta é sim.Quando dormimos com o cabelo molhado, os fios ficam mais frágeis e propensos à quebra que provém do atrito com o travesseiro, podendo trazer tanto consequências imediatas quanto pro futuro”, explica a Dra. Kédima Nassif, dermatologista e tricologista, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Associação Brasileira de Restauração Capilar.

Esse não é o único problema. Dormir com o cabelo molhado não prejudica apenas a força dos fios, mas também pode levar a uma série de problemas ao couro cabeludo, incluindo caspa, dermatite e infecções fúngicas. “Os cabelos molhados criam um ambiente ideal para a proliferação de fungos. Além disso, pode ocorrer alteração no pH da região, provocando infecções como a dermatite seborreica, cujos sintomas vão desde a caspa até feridas graves no couro cabelo e quedas dos fios”, reforça a Dra. Kédima.

Por isso, apesar de tentador, vale a pena tomar um cuidado maior para preservar as madeixas e o couro cabeludo. Segundo a tricologista, deixar os fios secarem naturalmente continua sendo a forma mais saudável, porém, nem sempre é possível; nesse caso, o uso do secador torna-se necessário.Para prevenir os maus tratos da secagem, aplique um protetor térmico antes de iniciar a secagem; dessa forma seus fios ficam muito mais protegidos. Além disso, deixe o aparelho a uma distância mínima de 20 centímetros do couro cabeludo e evite usar a temperatura máxima do secador, pois o calor excessivo é prejudicial”, recomenda.

Em último caso, quando não há tempo disponível ou ânimo necessário, dá para dormir com os fios úmidos de modo que os prejuízos sejam minimizados: “Não é aconselhável, mas não precisa ser o fim do mundo. Depois de lavar a cabeça, retire pelo menos o excesso de água com um secador ou espere até que o cabelo fique apenas úmido. Outra recomendação é pentear os fios com um leave-in ou um desembaraçador e, em seguida, trançar os cabelos levemente. Isto fará com que os fios não embaracem durante a noite. Você pode também trocar as fronhas e lençóis de algodão por cetim, pois o tecido atrita menos com os fios. Mas lembre-se: não faça dessa prática um hábito. O ideal é dormir com os cabelos devidamente secos”, finaliza.

DRA. KÉDIMA NASSIF:

Dermatologista e Tricologista, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica e da Associação Brasileira de Restauração Capilar. Graduada em Medicina pela Universidade Federal de Minas Gerais, possui Residência Médica em Dermatologia também pela UFMG; realizou complementação em Tricologia no Hospital do Servidor Público Municipal, transplante capilar pela FMABC e em Cosmiatria e Laser pela FMABC. Além disso, atuou como voluntária no ensino de Tricologia no Hospital do Servidor Público Municipal de São Paulo. www.kedimanassif.com.br

HOLDING COMUNICAÇÕES

Guilherme Zanette
E-mail: guilherme.zanette@holdingcomunicacoes.com.br
Fone: (11) 20617919

Tags:

Nenhum comentário Quero comentar!

No comments yet.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URL

Leave a comment

Protected with IP Blacklist CloudIP Blacklist Cloud

Dados do Autor

Diversos Autores

Diversos autores colaboraram nos textos existentes no EsteticDerm. Alguns dedicaram suas matérias de forma específica. Outros foram colhidos em sites que disponibilizam material e publicados após análise e aprovação da equipe de editores. As fontes na Internet são muitas mas sempre haverá busca, análise e aprovação do texto seja qual for sua origem. O enfoque principal é beleza e saúde do corpo humano embora tenhamos áreas de leitura geral. Muitas das publicações foram elaboradas por autoridades no assunto proposto. O conteúdo dos textos, artigos e matérias é de responsabilidade total de seus autores.

Email Site /blog

Dados desta matéria