Pedalar alivia o stress

Pedalar alivia o stress, traz benefícios ao corpo
e contribui para a preservação do meio ambiente

Andar de bicicleta traz mais benefícios às pessoas do que é possível imaginar. Poupamos dinheiro e economizamos combustível, apreciamos mais a vista da cidade, evitamos congestionamentos, adquirimos mais equilíbrio, tomamos sol, ficamos mais dispostos e com o corpo em forma, dormimos melhor, além de sermos muito mais “amigos” do planeta, pois não emitimos gases nocivos à atmosfera e nem contribuímos para o aquecimento global.

A prática do ciclismo se faz presente na vida das pessoas de várias formas, seja para curtir o lazer com a família no fim de semana, seja como prática de exercícios e até mesmo como meio de transporte. Segundo estudo da publicação Psychotherapy and Psychosomatics, divulgada em 2011, pedalar aumenta a disposição das pessoas em 20% e diminui a fadiga em 65%.  

Na saúde, o ciclismo é eficiente no metabolismo da gordura, também define a musculatura das pernas e trabalha a resistência dos braços. O trabalho muscular ocorre por conta do esforço, estabilidade e coordenação dos movimentos. A distância percorrida, a angulação do terreno, a velocidade em que se pedala, tudo vai influenciar no trabalho muscular, resultado no desenvolvimento físico do ciclista. Pedalar também contribui para melhorar a coordenação motora e prevenir a osteoporose, aumenta a resistência à fadiga e às doenças crônicas pulmonares, cardiovasculares, entre outras.  

No trânsito, hoje, de acordo com dados da Confederação Nacional da Indústria – CNI, apenas 8% dos brasileiros usam a bicicleta como meio de transporte. Apesar do número ainda ser pequeno, estão crescendo as iniciativas que estimulam essa prática. A cidade de Santos, no litoral de São Paulo, é referência na regulamentação de políticas públicas para ciclistas. Em São Paulo, a Prefeitura trabalha para implantar o Programa de Proteção ao Pedestre e na construção de 55 quilômetros de ciclovias. Na cidade de Salvador foi aprovado na Câmara Municipal o projeto de implantação do Sistema Cicloviário, que prevê a construção de ciclovias, ciclofaixas e rotas operacionais de ciclismo. No Rio de Janeiro a prefeitura inaugurou em 2008 o projeto PedalaRio. Já em Curitiba foi criado o Plano das Bikes Brancas, também para estimular o uso das bicicletas.

Algumas dicas para pedalar com segurança

Para quem pretende iniciar a prática do ciclismo, o ideal é começar pedalando de 15 a 20 minutos, três vezes por semana. É indicado o uso de um tênis confortável e equipamentos que garantam a segurança do ciclista como capacete, luvas, sinalizadores e roupas adequadas e de preferência coloridas, para chamar a atenção dos motoristas.   Também é indicado que a bicicleta tenha o guidão alto para evitar esforços na coluna. “É preciso ter atenção à postura. O tronco precisa estar alinhado com o quadril, com uma leve inclinação à frente para melhor apoiar e sustentar os membros superiores sobre o guidão. O banco deve estar regulado na altura da extensão das pernas. A altura ideal é, quando sentado, encostar apenas as pontas dos pés no chão.” comenta Tânia Fleig, fisioterapeuta pertencente ao Núcleo de Conhecimento Técnico da Mercur (CREFITO 14.408F).

O ciclismo indoor, realizado nas academias, também é interessante para quem não sabe se equilibrar na magrela. Também é feito com continuidade, sem precisar se preocupar em parar nos semáforos.

Segundo a fisioterapeuta, se o banco estiver muito alto ou muito baixo pode prejudicar a postura do ciclista. Vale destacar que antes de iniciar qualquer tipo de exercício, é recomendável procurar um profissional da saúde para uma avaliação adequada.

Sing Comunicação de Resultados
COMUNICAÇÃO SINGULAR DE RESULTADOS LTDA.
Janaína Leme
E-mail: jleme@singcomunica.com.br
Fone: (11) 50917838

Tags:, , , , , , ,

Nenhum comentário Quero comentar!

No comments yet.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URL

Leave a comment

Protected with IP Blacklist CloudIP Blacklist Cloud

Dados do Autor

Diversos Autores

Diversos autores colaboraram nos textos existentes no EsteticDerm. Alguns dedicaram suas matérias de forma específica. Outros foram colhidos em sites que disponibilizam material e publicados após análise e aprovação da equipe de editores. As fontes na Internet são muitas mas sempre haverá busca, análise e aprovação do texto seja qual for sua origem. O enfoque principal é beleza e saúde do corpo humano embora tenhamos áreas de leitura geral. Muitas das publicações foram elaboradas por autoridades no assunto proposto. O conteúdo dos textos, artigos e matérias é de responsabilidade total de seus autores.

Email Site /blog

Dados desta matéria