Não deixe a umidade e o mofo estragarem o seu verão

Tire proveito da estação e previna-se de problemas

O verão chegou e é tempo de usar roupas leves e curtir tudo aquilo que a estação nos oferece. Contudo, é importante não descuidar da saúde e ficar atento à alta umidade que ajuda na proliferação dos fungos e pode trazer prejuízos para a nossa saúde.  

Apesar de não muito freqüente nesta época a baixa umidade também interfere de forma negativa no organismo humano.  

Além do incômodo, o ar muito seco pode predispor a efeitos como o broncoespasmo em indivíduos suscetíveis. Em conjunto com ar frio dos ambientes refrigerados a pessoa pode piorar, principalmente durante a prática de exercícios físicos”, afirma a dra. Marina Buarque de Almeida, membro da Sociedade Paulista de Pneumologia e Tisiologia (SPPT), mestre e doutora em ciências pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP).  

Segundo a Organização Mundial da Saúde, a umidade do ar entre 50% e 60% é considerada ideal. Abaixo de 30% nos deixa em estado de atenção, e quando inferior a 20% é decretado estado de alerta.  

A alta umidade auxilia na respiração, contudo favorece a multiplicação de fungos que podem causar alergias respiratórias e até mesmo eventos de maior gravidade tanto para as vias aéreas superiores como inferiores.  

Dentro de casa, ambientes com pouca ventilação, como atrás ou no interior dos armários, predispõem a proliferação de fungos, causando o mofo. Estes fungos podem ser prejudiciais para a saúde.  

Cuidados com a casa  

Devido às altas temperaturas da estação é importante atenção à ingestão de muitos líquidos e, em caso de desconforto, higienização nasal com soluções indicadas pelo médico.  

Com relação ao mofo, os ambientes devem estar sempre muito bem ventilados, mantendo portas e janelas abertas sempre que possível. Paredes e armários devem ser higienizados com produtos de limpeza anti-mofo, encontrados em lojas especializadas para pacientes alérgicos.  

Se a casa tem algum problema estrutural, pode ser necessária uma pequena reforma para impermeabilização adequada do local afetado. As pessoas podem também utilizar os “potinhos” anti-mofo dentro dos armários, que absorvem a umidade ambiente, que devem ser trocados sempre que a quantidade de água atingir o limite máximo”, sugere a especialista.  

Acontece Comunicação e Notícias
Patrícia Carvalho ou Monica Kulcsar  
(11) 3873.6083 / 3871.2331
 acontececom2@uol.com.br  
www.acontecenoticias.com.br

Nenhum comentário Quero comentar!

No comments yet.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URL

Leave a comment

Protected with IP Blacklist CloudIP Blacklist Cloud

Dados do Autor

Diversos Autores

Diversos autores colaboraram nos textos existentes no EsteticDerm. Alguns dedicaram suas matérias de forma específica. Outros foram colhidos em sites que disponibilizam material e publicados após análise e aprovação da equipe de editores. As fontes na Internet são muitas mas sempre haverá busca, análise e aprovação do texto seja qual for sua origem. O enfoque principal é beleza e saúde do corpo humano embora tenhamos áreas de leitura geral. Muitas das publicações foram elaboradas por autoridades no assunto proposto. O conteúdo dos textos, artigos e matérias é de responsabilidade total de seus autores.

Email Site /blog

Dados desta matéria