Uso de AAS deve ser suspenso antes da plástica

Substância presente em vários medicamentos prejudica a coagulação do sangue e
pode provocar hemorragias.

Cuidar da imagem é fundamental na vida pessoal e também na profissional. Homens e mulheres investem na beleza e recorrem a várias estratégias para ficarem mais bonitos e com a auto-estima elevada. A cirurgia plástica é um dos artifícios que corrigem os defeitos e valorizam as qualidades do corpo. “A plástica está cada vez menos invasiva e com resultados mais satisfatórios. Os procedimentos cirúrgicos com objetivos estéticos ou reparadores podem ser feitos da cabeça aos pés”, observa o cirurgião plástico Alderson Luiz Pacheco.

Para se submeter à operação, o paciente passa por vários exames e avaliações, que indicam se é seguro ou não realizar o procedimento de acordo com o estado de saúde do organismo. As orientações dadas durante as consultas são essenciais para garantir que a plástica seja um sucesso. “A segurança do paciente está sempre em primeiro lugar. Um médico ético jamais irá permitir que um indivíduo se exponha a riscos que comprometam sua integridade física”, ressalta Pacheco, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP).

Não fumar, não consumir bebidas alcoólicas e ficar em jejum 12 horas antes da cirurgia são algumas recomendações que fazem a diferença durante a intervenção e no período de recuperação. No pré-operatório também deve ser feita ser a suspensão do uso de medicamentos que contenham Ácido Acetil Salicílico (AAS). “Esta substância deve ser evitada no mínimo 15 dias antes da data da plástica. Por isso antes de utilizar qualquer medicamento o paciente deve consultar o médico, que saberá se é permitido ou não o uso de tal remédio”, explica.

O AAS, muito comum em aspirinas, dificulta a coagulação do sangue e pode causar um grande transtorno se estiver presente no organismo no momento da cirurgia plástica. O AAS inibe a atuação da enzima ciclo-oxigenase, inibindo a atividade plaquetária. “Quando este fármaco entra em contato com a corrente sanguínea, a coagulação é prejudicada e ao fazer uma incisão no corpo pode ocorrer graves hemorragias. O AAS é utilizado para evitar eventos trombóticos e ainda sim deve ser usada com cautela, pois há o risco de sangramento”, esclarece.

A suspensão do AAS 15 dias antes da cirurgia assegura que o organismo não estará sobre o efeito da substância, que segundo pesquisas científicas permanece até sete dias depois do seu uso. “Não é apenas na plástica que este medicamento deve ser evitado. Em vários outros tipos de cirurgia, como a bariátrica, os médicos dão orientações sobre os riscos relacionados à sua ingestão. Os pacientes devem tomar cuidados até mesmo no uso de anti-inflamatórios e medicações estimulantes”, recomenda o médico, mestre em Princípios da Cirurgia utilizando o laser.

Ao se dirigir para o hospital onde será realizada a intervenção cirúrgica, é preciso tomar outros cuidados. Jóias, maquiagem e esmaltes não devem ser utilizados, para não atrapalhar os procedimentos e a verificação do estado de saúde do paciente no tempo cirúrgico. “As unhas devem estar naturais, pois elas podem indicar alterações importantes no corpo e estes sinais ajudam a evitar problemas. O uso de roupa especial no centro cirúrgico é obrigatório para facilitar o trabalho da equipe e evitar contaminações. O roupão é fornecido pelo hospital”, comenta.

Pacheco acrescenta que os pacientes não devem passar nenhum cosmético no corpo, como cremes, hidratantes ou perfumes. O banho deve ser tomado apenas com uma esponja e sabonete neutro e os cabelos devem ser lavados e secados. Depilações em áreas próximas a região que será operada somente com permissão médica. “Normalmente os médicos passam uma lista com as orientações para que o paciente não esqueça nenhum detalhe. Cintas, sutiãs especiais e outros acessórios utilizados após a cirurgia devem ser levados ao hospital”, finaliza o especialista.  

Doutor Alderson Luiz Pacheco (CRM-Pr 15715)
Cirurgião Plástico
Site: http://www.alplastica.com/
Blog: http://draldersonluizpacheco.wordpress.com
Email: plastica.pacheco@yahoo.com.br
Fone: 41 3022-4646
Endereço: Rua Augusto Stellfed, 2.176, Champanhat, Curitiba/PR

Toda Comunicação
Vero Lettera Comunicação Ltda
Verônica Pacheco
E-mail: veronica@todacomunicacao.com.br
Fone: (21) 37954736

Tags:, , ,

Nenhum comentário Quero comentar!

No comments yet.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URL

Leave a comment

Protected with IP Blacklist CloudIP Blacklist Cloud

Dados do Autor

Diversos Autores

Diversos autores colaboraram nos textos existentes no EsteticDerm. Alguns dedicaram suas matérias de forma específica. Outros foram colhidos em sites que disponibilizam material e publicados após análise e aprovação da equipe de editores. As fontes na Internet são muitas mas sempre haverá busca, análise e aprovação do texto seja qual for sua origem. O enfoque principal é beleza e saúde do corpo humano embora tenhamos áreas de leitura geral. Muitas das publicações foram elaboradas por autoridades no assunto proposto. O conteúdo dos textos, artigos e matérias é de responsabilidade total de seus autores.

Email Site /blog

Dados desta matéria