Lesões que não cicatrizam podem sinalizar câncer de pele

Manchas e lesões que não cicatrizam podem sinalizar câncer de pele
Proteção contra o Sol e diagnóstico precoce são armas contra esse tipo de tumor.

cancerdepele04Como os raios ultravioletas têm efeito cumulativo, cuidados devem começar nos primeiros meses de vida

A maioria das pessoas já ouviu falar do efeito nocivo do Sol, mas ainda insiste em ficar exposta sem proteção aos raios ultravioletas, tornando-se suscetível ao câncer de pele, tumor mais incidente no Brasil. Somente em 2012 foram registrados 140 mil novos casos da doença, segundo o Inca (Instituto Nacional do Câncer). “Infelizmente as pessoas não se conscientizaram de que esse tipo de câncer pode levar à morte“, alerta o Dr. Cid Gusmão, da equipe de oncologia clínica do HCor – Hospital do Coração, em São Paulo.

Predominante em pessoas de pele, olhos e cabelos claros, com sardas e pintas pelo corpo, o câncer de pele se divide em dois tipos: melanoma, mais agressivo e de alta letalidade (6 mil casos em 2012), e não melanoma, de maior incidência e de baixa mortalidade (134 mil casos em 2012). Apesar não distinguir faixa etária ou sexo, esse tipo de tumor acomete as pessoas a partir dos 40 anos, principalmente.

O melanoma, cuja origem está nos melanócitos (células produtoras de melanina, substância que determina a cor da pele) é mais grave por se tratar de uma neoplasia agressiva, com uma alta ocorrência de metástases (quando o câncer se espalha pelo organismo). Estudos apontam que caso não seja tratado em um ano do aparecimento da lesão, ele pode ser fatal em 75% dos casos. Já, entre os tipos não melanoma, os mais comuns e menos agressivos, estão o carcinoma basocelular (70% dos casos, originário nas células dos folículos pilosos) e o carcinoma epidermoide (25% dos casos, originário na camada espidérmica da pele).

Apesar de básicas e simples, as duas frentes de combate ao câncer de pele, argumenta o Dr. Gusmão, são obstáculos a serem ultrapassados. “Temos de educar a população para a importância da prevenção, alertando sobre os cuidados a serem tomados durante a exposição solar, e para o diagnóstico precoce, já que mais de 50% dos casos são tratáveis quando identificados em estágio inicial“, afirma.

cancerdepele05De acordo com o especialista, é essencial que as pessoas façam o autoexame na pele periodicamente:”É preciso se atentar ao aparecimento de pintas e manchas que mudam de cor, formato, tamanho, descamam, coçam, ardem e até sangram. As feridas que não cicatrizam em até 4 semanas constituem outro sinal de alerta. Na dúvida, o paciente deve procurar a ajuda de um especialista para fazer o diagnóstico correto“.

Como os raios solares possuem efeito cumulativo na pele, os médicos costumam dizer que o câncer de pele de hoje é resultado de todo o sol tomando na vida, desde a infância. Para o especialista do HCor, os adultos devem proteger e ensinar as crianças a se cuidarem desde os primeiros meses de vida. “Num país como o Brasil, o protetor solar deve se tornar produto indispensável e de uso diário, principalmente para aquelas pessoas que têm casos de câncer na família, já tiveram algum tipo de tumor de pele e ficam horas ao sol. As barreiras físicas de proteção, como camisetas, chapéus, bonés, guarda-sol e óculos escuros, também não devem ser esquecidas.”

Mas como adquirir o melhor protetor?

O ideal é optar por um produto com FPS (Fator de Proteção Solar),entre 15 e 30, no mínimo. Quanto mais clara a pele, aconselha o médico, mais alto deve ser este valor. “OFPS 50 é suficiente, não é necessário ir além deste grau de proteção, pois não há diferença na ação do produto, sem contar que são mais caros“, informa.

Veja algumas dicas para preservar sua pele:

Números interessantes:

Target | Estratégia em Comunicação

Thais Souza – thais@targetsp.com.br
Bruno Folli – bruno@targetsp.com.br 
Ricardo Costa – ricardo@targetsp.com.br
Karina Klinger – karina@targetsp.com.br
Tel.: (11) 3063-0477

Tags:, ,

Nenhum comentário Quero comentar!

No comments yet.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URL

Leave a comment

Protected with IP Blacklist CloudIP Blacklist Cloud

Dados do Autor

Diversos Autores

Diversos autores colaboraram nos textos existentes no EsteticDerm. Alguns dedicaram suas matérias de forma específica. Outros foram colhidos em sites que disponibilizam material e publicados após análise e aprovação da equipe de editores. As fontes na Internet são muitas mas sempre haverá busca, análise e aprovação do texto seja qual for sua origem. O enfoque principal é beleza e saúde do corpo humano embora tenhamos áreas de leitura geral. Muitas das publicações foram elaboradas por autoridades no assunto proposto. O conteúdo dos textos, artigos e matérias é de responsabilidade total de seus autores.

Email Site /blog

Dados desta matéria